Prefeitura de São Bento aumenta em 500% gastos com manutenção de Ar-Condicionado

A Prefeitura de São Bento, no Sertão paraibano, aumentou em 500% o gasto com manutenção de aparelhos de ar-condicionado em apenas um ano.

Conforme dados do Sagres, o município gastou com manutenção de aparelhos de ar-condicionado, no ano de 2017, a quantia de R$ 19.560,00, enquanto que no ano de 2018 o gasto saltou para R$ 112.063,50, de acordo com os empenhos em nome da empresa Zacarias Alves Dutra de Moura – ME, contratada para o serviço.

Quem faz o alerta é o deputado Galego Souza (PP) que chama a atenção para o fato de que não houve aumento proporcional no número de aparelhos de ar-condicionado do município que justificasse o elevado aumento nos gastos com manutenção.

“Com esse dinheiro daria para comprar oitenta novos aparelhos de ar-condicionado, ou seja, o prefeito gastou com uma suposta manutenção o equivalente a oitenta aparelhos novos. Um valor desse é um absurdo” frisou o deputado.

A exemplo de comparação, a Secretaria de Saúde de João Pessoa, com população quase 30 vezes maior que a de São Bento, gastou no mesmo período, a título de manutenção de aparelhos de ar-condicionado na rede pública de Saúde, incluindo hospitais, maternidades, UPAs e PSFs, a quantia de R$ 91.890,00, ou seja, um valor inferior ao que gasta o município do interior da Paraíba.

Galego Souza ainda relatou que há indícios de mal uso de dinheiro público e que vai protocolar pedido de investigação no MPF, uma vez que parte dos pagamentos foram realizados com verbas federais do Fundeb.

“Eu acho que o prefeito precisa sair de João Pessoa onde ele mora para dar pelo menos um esclarecimento à população de São Bento” arrematou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.