SAÚDE: Ortotrauma promove assistência humanizada aos pacientes

Profissionais e voluntários do Grupo de Humanização do Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Burity – Ortotrauma estão desenvolvendo uma série de atividades voltadas ao pacientes internados na enfermaria pediátrica do hospital, como a customização do ambiente com pinturas.

A customização do ambiente é coordenada pela assistente social do hospital e integrante do Grupo, Fernanda Vasconcelos, e as pinturas estão sendo feitas pela artista plástica e voluntária no Grupo, Sorana Kesselring.

De acordo com Fernanda Vasconcelos, a ideia de customizar a enfermaria pediátrica ajuda na recuperação das crianças. “Ao fazer as pinturas nas paredes estamos mudando o ambiente em que as crianças vão enxergar, vai deixar de ser aquela coisa muito branca com cara de hospital e passa a ser algo diferente, colorido, com desenhos e esse ambiente colorido é muito mais favorável para o bem estar das crianças e facilita na recuperação e na mudança do humor delas”, explica a assistente social.

Paulo Alves, 13 anos, aguarda a cirurgia e enquanto isso participa das atividades de pintura, auxiliando e dando ideias do que fazer no ambiente. “Eu gostei bastante do que estão fazendo, está ficando um ambiente diferente, mais colorido e bonito e é legal que eu estou podendo participar da pintura também”, comenta o estudante.

Para a mãe de Paulo, Edna Maria, as atividades que estão sendo desenvolvidas estão contribuindo para a melhora do filho. “É fácil ver a melhora dele só por estar em um ambiente que mesmo dentro de um hospital é diferente, não é só a parte física, mas o cuidado e a preocupação que eles têm com os pacientes, principalmente as crianças, é algo muito interessante”, comenta a empregada doméstica.

As tintas utilizadas na pintura das paredes não são tóxicas nem possuem cheiro. Além da customização do ambiente também está sendo implantada uma brinquedoteca e um espaço de leitura voltado aos pacientes.

Grupo de Humanização – Criar um ambiente diferente e acolhedor para minimizar o estresse causado por uma internação. Esse é o objetivo do Grupo de Humanização do Complexo Hospitalar Governador Tarcísio Burity, o Ortotrauma, que com uma equipe multiprofissional formada por psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros desenvolve atividades voltadas aos pacientes, acompanhantes e profissionais da saúde que trabalham no hospital.

Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio Buriti (Ortotrauma) –Referência em ortotraumatologia, o Ortotrauma, entre urgência e emergência, realiza mensalmente, mais de 12 mil atendimentos médicos e cerca de 10 mil exames laboratoriais. A Unidade Hospitalar também realiza exames mais complexos a exemplo da endoscopia e colonoscopia. Atende tanto a área Metropolitana de João Pessoa, como diversos municípios de todo Estados de forma regulada e pactuada.

O Complexo Hospitalar tem um total de 175 leitos, sendo 119 de cirurgia de ortopedia e traumatologia, oito de isolamento, 30 de clínica geral, oito de UTI, 10 de psiquiatria e 10 para as áreas cirúrgicas, diagnose e terapêutica. A Unidade atende urgências e emergências em clínica médica, traumatologia, cirurgia geral e realiza cirurgias eletivas em traumatologia e ortopedia, urgências pediátricas  em traumatologia.

Pacientes com fraturas e cirurgias de lesões crônicas do sistema osteoarticular, a exemplo de traumas na mão, punho, antebraço, braço, cotovelo e tíbia, são tratados no Ortotrauma. Caso haja suspeita de problemas neurológicos e lesões vasculares, o paciente deve ser encaminhado para o Hospital de Trauma, do Estado.

O Ortotrauma ainda oferece outros serviços de saúde à população. Referência no tratamento da dor crônica no Nordeste, o Centro de Reabilitação e Tratamento da Dor (Cendor) oferece aos pacientes com dificuldade de locomoção, várias especialidades em um mesmo lugar.  As pessoas com transtornos mentais também podem ser atendidas no Ortotrauma. O Pronto Atendimento de Saúde Mental (Pasm) disponibiliza atendimento 24 horas para pessoas que necessitam de tratamento da saúde mental e dependentes químicos.

PautaPB com Assessoria

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.