Inclusão social: Ana Cláudia conhece projetos desenvolvidos no Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão

Visando fomentar ainda mais parcerias para fortalecer o processo de ressocialização das reeducandas da Penitenciária de Recuperação Feminina Maria Júlia Maranhão, em João Pessoa, a Secretária de Desenvolvimento e Articulação dos Municípios (SEDAM), Ana Cláudia Vital do Rêgo, visitou nesta terça-feira (11), o trabalho desenvolvido naquela unidade prisional pelas internas. Ana Cláudia foi recebida pela Diretora Cínthya Almeida, que apresentou os vários projetos que as reeducandas vêm realizando.

Entre os diversos projetos destaca-se o “Castelo de Bonecas”, onde as internas confeccionam bonecas de pano e comercializam seus produtos em forma de encomendas e vendas. A diretora da instituição destacou entre esse, outras atividades que ajudam as reeducandas na inclusão social: “Esse projeto do Castelo de Bonecas que é uma parceria com o Tribunal de Justiça da Paraíba e a Cidade Viva, é o nosso cargo chefe. Nele, as internas confeccionam as bonecas na própria unidade prisional e são comercializadas, Iinclusive atendendo também a encomendas. Nós vamos comercializar as bonecas, no Salão de Artesanato da Paraíba que começa nessa quarta-feira 12, em Campina Grande”, explicou Cínthya Almeida a Secretária Ana Cláudia.

Por sua vez, Ana Cláudia ficou entusiasmada com os projetos e os trabalhos desenvolvidos pelas reeducandas e colocou a SEDAM como parceira para fortalecer ainda mais estas importantes iniciativas.Inclusive este projeto também será implantado na cidade de Campina Grande,na unidade prisional feminina do Serrotão.

“O que vemos aqui é um verdadeiro trabalho de artistas. Esse trabalho realizado por essas reeducandas, tem que ser estimulado e também ser publicizado para que todos possam conhecer. Nós da SEDAM vamos buscar fortalecer novas parcerias para estimular esses projetos aqui realizados”, frisou a Secretária que foi presenteada com um casal de bonecos.

A Penitenciária de Recuperação Feminina Maria Júlia Maranhão ainda tem outros projetos sociais que elevam e deixam o dia a dia das internas, com mais leveza. Alguns destes projetos:

Ler para Crer – todos os domingos com livros infantis para crianças das internas; Aulas de música – com maestro e coral SEAP e TJPB; Projeto movimente-se – com educadora física que tem dança e atividades físicas. Temos o projeto que é voltado para mulheres – onde confeccionam produtos voltados só para mulheres,denominado Maju,que está em fase de implantação. Todos os sábados têm o dia voltado para o trabalho das pastorais de grupos evangélicos e católicos; a Cidade Viva também está presente com assistência odontológica e médica; temos equipe de saúde multidisciplinar que atende as internas de segunda a sexta e é composta por médico, dentista, auxiliar de dentista, enfermeira, auxiliar de enfermagem, psicólogo, assistente social e atendimento da Defensoria todas as semanas,destacou a Diretora Cínthya Almeida.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.