Situação de ambulantes volta a ser debatida na CMJP

A situação dos trabalhadores de comércio ambulante voltou a ser debatida na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), desta vez, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (9). Vereadores de situação e oposição discordaram sobre a necessidade de realização de uma audiência pública para debater o assunto. O requerimento foi apresentado pela bancada de oposição.

 

O líder da situação, vereador Milanez Neto (PTB), afirmou que a Câmara já realizou amplo debate sobre o tema, e que a Prefeitura já tem avançado nas negociações com a categoria. O líder da oposição, vereador Marcos Henriques (PT), afirmou que, independente das discussões com a Gestão Municipal, a CMJP teria direito de realizar a audiência. O requerimento foi derrubado pelo voto da maioria dos parlamentares.

 

“Zennedy Bezerra impetrou uma ação judicial contra a presidente da Associação dos Ambulantes e Trabalhadores em Geral da Paraíba (Ameg), Márcia Medeiros. Eles não querem que os ambulantes falem. A própria categoria pediu para discutir sobre o tema. Precisamos [vereadores] nos reunir, porque estão vetando muita coisa importante com a desculpa de ser politicagem”, lamentou o oposicionista.

 

O presidente da Casa, vereador João Corujinha (DC), salientou que recebeu informação da Prefeitura da Capital de que 25 ambulantes vão ocupar o mercado de Mangabeira, no local onde funcionava o Banco do Brasil. “Sei que são muito mais ambulantes, mas a situação já está se resolvendo”, garantiu o presidente.

 

“A realocação desses 25 ambulantes já é uma solução. Reafirmo meu compromisso de fazer esse debate de forma franca, sem enganar quem quer que seja”, garantiu o líder da situação na Casa.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.