João Azevêdo entrega Prêmio Ceci Melo para mulheres que se destacam pela atuação social 

O governador João Azevêdo entregou, na tarde desta sexta-feira (29), o Prêmio Ceci Melo de Participação Social para mulheres que se destacam pela atuação em favor da sociedade. A sétima edição do Prêmio Ceci Melo presta homenagem a Eunice Carneiro de Sousa (Dona Nicinha), líder comunitária atuante no Movimento Nacional de Luta pela Moradia há mais de 20 anos. O Prêmio homenageia ainda 14 mulheres conselheiras do Orçamento Democrático, 14 lideranças populares e a presidente da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), Emília Correia Lima.

A solenidade, realizada no Centro de Formação de Educadores Professora Elisa Bezerra Mineiros, em João Pessoa, contou com a presença do deputado estadual doutor Erico, da vereadora Sandra Marrocos, auxiliares do Governo e outras autoridades.

Para o governador João Azevêdo, esta solenidade pode ser considerada o ponto alto do Mês da Mulher devido a grande importância e simbologia do Prêmio Ceci Melo. “Esse Governo respeita a atuação, dedicação e o trabalho das mulheres. Parabenizo todas as homenageadas que vieram aqui celebrar a força das mulheres. Eu trabalhei durante muito tempo com habitação e nada traz mais prazer que entregar uma casa a uma família, porque ela representa o abrigo garantido para os cidadãos. Por isso, a luta de dona Nicinha por moradia é uma das mais importantes e ela merece todos os aplausos”, comentou.

O chefe do Executivo Estadual ainda garantiu que o estado da Paraíba vai “continuar implantando políticas públicas para as mulheres, buscando o respeito à diversidade e o respeito por comunidades que antes eram invisíveis para a sociedade como os indígenas e quilombolas. Vamos sempre caminhar em busca de uma sociedade melhor”.

O secretário executivo do Orçamento Democrático Estadual, Célio Alves, comentou que o Prêmio homenageia mulheres das 14 regiões geoadministrativas do Estado que de alguma forma contribuíram para o desenvolvimento da sociedade. “Estamos aqui para celebrar a força das mulheres e homenageá-las com o Prêmio Ceci Melo, reforçando o compromisso do Governo com políticas públicas para as mulheres. Dona Nicinha representa a luta de tantas famílias pelo direito à moradia digna. Lutamos pela democracia viva, com direitos iguais para todos e a mulher tem um grande papel na construção de uma sociedade mais igualitária”, disse.

“Temos muitas mulheres na vida pública e na vida cotidiana que lutam e representam uma trajetória de guerras e vitórias na sociedade. O prêmio tem o objetivo de valorizar e reconhecer a atuação das mulheres, neste mês especial em alusão ao Dia da Mulher”, pontuou a secretária da Mulher e Diversidade Humana, Gilberta Soares.

A homenageada e coordenadora Estadual do Movimento Nacional de Luta pela Moradia na Paraíba, dona Nicinha é uma referência na luta pela habitação na comunidade na Paraíba. Ela falou que o momento será inesquecível em sua vida. “Fiquei muito emocionada quando soube que seria a homenageada deste ano do Prêmio Ceci Melo. É muito gratificante, aos 65 anos, ver que as pessoas reconhecem o trabalho que fazemos pelo direito a moradia. Estou muito feliz e continuo na luta com outras mulheres paraibanas”, disse dona Nicinha.

A presidente da Cehap, Emília Correia Lima, agradeceu a homenagem recebida e enalteceu a iniciativa do Governo em reconhecer a atuação social das mulheres. “Eventos como este mostram a luta das mulheres em prol de uma sociedade mais justa. Isso é fundamental para que tenhamos um mundo melhor. Eu trabalho com habitação, que é um dos pilares essenciais para as mulheres e para a dignidade das famílias paraibanas”, frisou.

A liderança da 14ª Região, Cida Potiguara, do município de Baía da Traição, também foi homenageada e ficou muito satisfeita em receber o Prêmio Ceci Melo das mãos do governador João Azevêdo. “Muito obrigada por este prêmio tão importante para as mulheres indígenas”, agradeceu.

Daniela Calin é liderança da cidade de Sousa e representou a comunidade cigana da região. “Hoje recebo este prêmio em nome das mulheres do povo cigano. Faz tempo que luto para manter a tradição e os direitos dos ciganos daquela região. Estou muito alegre por receber esta premiação que tem um valor para todas as mulheres”, falou.

“Me sinto privilegiada com este prêmio, porque só assim vejo o quanto o nosso trabalho social é reconhecido pelo povo. Há mais de 30 anos sou uma liderança na minha comunidade em Coremas e procuro contribuir com o desenvolvimento da sociedade”, comentou a líder comunitária do município de Coremas, Maria do Desterro.

A conselheira do ODE, Maria Luzia também demonstrou a satisfação em receber o Prêmio Ceci Melo como forma de reconhecimento pelo seu trabalho. “Sou Conselheira do Orçamento Democrático da cidade de São Bentinho e procuro sempre ajudar e reivindicar as demandas que são mais importantes para nossa comunidade. Nunca tinha recebido um prêmio antes, isso me deixa muito grata”, disse.

Conselheiras homenageadas:1ª Região: Maria Ana dos Reis Santos (Conde); 2ª Região: Maria José Rufino Batista (Guarabira); 3ª Região: Vanda Elisabeth Balbino (Montadas); 4ª Região: Maria do Socorro Lira Silva (Cubati); 5ª Região: Hélia Cristina da Silva Alexandre (Monteiro); 6ª Região: Maria Liete Gonçalves Ferreira (Cacimba de Areia); 7ª Região: Maria Ivanilda da Silva (Pedra Branca); 8ª Região: Ana Claudia Saraiva Jales Maia (Belém do Brejo do Cruz); 9ª Região: Maria Auxiliadora Diniz de Abreu (Distrito de Divinópolis Cajazeiras); 10ª Região: Gorete Cesar da Silva (Sousa); 11ª Região: Ana Maria Da Silva Cardoso (São José de Princesa); 12ª Região: Perla Alves do Nascimento Santos (Juarez Távora); 13ª Região: Maria Luzia de Almeida Sousa (São Bentinho); 14ª Região: Nelimei Galdino (Baía da Traição).

Lideranças comunitárias homenageadas: 1ª Região: Lourdes Meira; 2ª Região: Silvana (Nana); 3ª Região: Ana Patrícia; 4ª Região: Damiana Patrícia; 5ª Região: Quitéria Mariano; 6ª Região: Maria Nilma; 7ª Região: Maria Desterro; 8ª Região: Luciana Quilombola; 9ª Região: Joyce Montinelly Oliveira; 10ª Região: Daniela Calin; 11ª Região: Irene Tavares; 12ª Região: Ângela de Cássia Cavalcanti; 13ª Região: Francineide Vitoriano dos Ramos; 14ª Região: Cida Potiguara.

A premiação– O Prêmio Ceci Melo foi criado em 2013 em homenagem a Cezariana Macena de Melo, militante feminista, dirigente partidária, ativista do movimento de mulheres, coordenadora do Centro Acorda Mulher, em Bayeux, e pedagoga na Casa Pequeno Davi, em João Pessoa. Ela foi uma das responsáveis pela implantação e consolidação do Orçamento Democrático na capital paraibana. O Prêmio integra a programação do Mês da Mulher.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.