Revitalização devolve à população orgulho e encantamento pelo Parque da Lagoa

João Pessoa tem muitos pontos turísticos. O mar, o verde, a arquitetura histórica e o Parque da Lagoa – este último se destaca como principal cartão-postal da cidade, em meio a tantas belezas reunidas. Nesta terça-feira (12), a Lagoa e a população da Capital terão um motivo a mais para celebrar essa relação especial.

Há dois anos a Lagoa foi transformada em um parque de fato pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de um projeto de revitalização, que devolveu ao povo da cidade o orgulho por um dos seus principais cartões-postais. O lugar que antes impressionava do alto, mas decepcionava de perto, hoje, é para o lazer em família, entretenimento cultural, esporte e bem-estar.

“A Lagoa é, com certeza, nosso principal cartão-postal. O lugar que a gente tem orgulho de falar para as pessoas de fora que é nosso”, disse Gilvan Silvestre, acompanhado da esposa, Adriana Silvestre, e dos dois filhos, durante um passeio pelo Parque. “Eu gostei de tudo que foi feito aqui, principalmente de ser transformada em parque”, finalizou.

A beleza continua sendo a principal característica do Parque da Lagoa, valorizada ainda mais pelo projeto paisagístico realizado durante a revitalização. Pelo local, milhares de pessoas circulam diariamente, cruzando gramados, jardins, praças, sem a pressa de outrora. Seja a passeio ou de passagem, estar no Parque da Lagoa é especial, garantem as amigas Carmem Silva e Marinalva Gomes.

“Tem que parar, sentar um pouco – na grama ou nos bancos – e fazer aquela selfie bem bonita, para mostrar para todo mundo”,  falou com entusiasmo Marinalva Gomes. A amiga completa: “O Parque da Lagoa de fato é nosso, é o lugar de todos que moram na cidade” disse Carmem Silva.

Em meio as 12 praças, ciclovia, pista de cooper, pista de skate, área para slackline e parede de escalada, além de um deck disponível para festas, o Parque da Lagoa acaba sendo espaço para todos os públicos – inclusive os skatistas e amantes dos esportes radicais. “Agente prefere andar aqui, tanto pela qualidade da pista como pela localização, além do ambiente. É sem dúvidas o point dos skatistas”, disse o estudante Eduardo Felipe.

A moderna pista de skate possui dois formatos – bowl, para a modalidade vertical, e flowpark, união do vertical com o street. “Foi construída para fomentar a prática de skate e bicicross e inserir João Pessoa no circuito das grandes competições regionais e nacionais”, destacou Jason Alexander, coordenador de Esportes Radicais da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

“É um espaço que estava esquecido, mas que tinha um grande potencial para o desenvolvimento dos esportes radicais. Não foi apenas uma reforma, mas, duas novas pistas no coração da cidade, local democrático de acesso a todos, promovendo não só a evolução das modalidades do Skate, BMX e Inline, mas, a integração entre todas as tribos”, disse.

Ações permanentes – O Parque da Lagoa também se destaca pela intensa agenda de atividades ligadas às áreas de cultura, entretenimento, esporte e recreação, promovidas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e ofertadas de forma gratuita a população da Capital. As atividades permanentes incluem aulas de dança, yoga, pilates de solo e tay chi chuan, cujas turmas são formadas de acordo com a procura da população.

Ainda tem jogos de tabuleiro, com kits e instrutores, e o projeto Vida Saudável, com aulas diárias pela manhã e a tarde. Nos finais de semana a programação conta com apresentações de teatro infantil e atrações circences. Interessados em participar de alguma dessas ações devem procurar o setor administrativo do Parque da Lagoa, que funciona no próprio local, das 8h às 17h.

AnimaCentro – O Parque da Lagoa também recebe o maior projeto de intervenção cultural já realizado na Capital, que funciona ocupando a área central da cidade, com atividades artísticas diversas. Através do projeto é possível oferecer opções variadas à população, como peças de teatro, shows musicais, sarais poéticos e literários.

Grandes eventos – Naturalmente, o Parque da Lagoa foi se inserindo, também, como palco de grandes shows, com destaque para o encerramento do 5° Festival Internacional de Música Clássica de João Pessoa, onde uma imensa platéia aplaudiu o encontro musical do pernambucano Antônio Nóbrega com a Orquestra Sinfônica Municipal. O mesmo palco também já recebeu artistas paraibanos de gerações distintas, com shows antológicos da cantora Renata Arruda, Os Gonzagas e a pequena Mariah Yohana.

você pode gostar também Mais do autor