Sindicato lamenta morte de 2º empresário em menos de um ano na PB

O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Derivados do Petróleo na Paraíba (Sindipetro-PB) manifesta profundo pesar pela trágica morte do empresário Marcone Morais, proprietário dos postos de combustíveis Expressão, após uma tentativa de assalto  na tarde desta segunda-feira (11), nas proximidades da agência do Banco do Brasil, no bairro do Bessa, em João Pessoa. A entidade revela que esse é o segundo caso de assassinato envolvendo empresários do setor em menos de um ano, e volta a denunciar que a categoria está totalmente amedrontada com o caos existente na segurança pública da Paraíba.

O SINDIPETRO-PB se solidariza com a família enlutada, lembra que vem denunciando nos últimos anos uma verdadeira onda de assaltos nos postos e apela para o mínimo de segurança às autoridades competentes.

A entidade representativa dos interesses da revenda de combustíveis denuncia que muitos empresários, cansados da inércia do poder público, estão abandonando a atividade por conta da violência, apesar dos investimentos realizados em segurança privada. Para se ter ume idéia do caos, de janeiro a junho, foram registrados, segundo informações repassadas pelos revendedores e captadas pela entidade, 899 assaltos a postos de combustíveis,

Número bem superior aos 639 ocorridos no mesmo período de 2015.

A revenda de combustíveis na Paraíba, ao tempo em que renova o profundo pesar pelo ocorrido com o empresário Marcone Morais, dos postos Expressão, externa extrema indignação com o bárbaro crime, que ceifa os sonhos de uma família inteira, renovando o apelo por mais segurança no estado.

 Assessoria Sindipetro-PB

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.