ASSISTA: Márcia Lucena manda prender o padre da cidade por ter pintado uma cruz que pertence a igreja

A agradável cidade do Conde no Litoral Sul da Paraíba ao que parece está vivendo sob um regime de ditadura. Quem não andar de acordo com as “ordens” da prefeitura Márcia Lucena, pode terminar na prisão. Fato que ocorreu com o padre da cidade. O padre Luciano Gustavo Lustosa, recebeu voz de prisão determinada por Márcia Lucena e teve que ser conduzido pela guarda municipal até a delegacia da cidade vizinha, Alhandra.

O inusitado de tudo, é que o motivo de Márcia Lucena ter mandado prender o Padre Luciano, foi porque o sacerdote pintou uma cruz que fica em frente à igreja da cidade e, pertence a própria paróquia. Márcia não gostou da atitude do Padre Luciano e ordenou à Guarda Municipal que o prendesse.

Ao ser “preso” pela guarda municipal e ser conduzido à delegacia de Alhandra, o Padre Luciano lamentou a arbitrariedade e autoritarismo da prefeita Márcia Lucena: “A prefeita (Márcia Lucena) mandou me prender porque eu troquei a pintura do cruzeiro, que é da paróquia. É uma coisa absurda. A gente fica de boca aberta diante da arbitrariedade e autoritarismo, mas também, existe um viés comunista nisso. Quem é comunista odeia a igreja, odeia igreja, odeia padre, tudo que é religioso, persegue, é autoritário e não tem caridade com ninguém.”

O vídeo foi gravado pelo Portal A Voz do Conde.

Mais informações

É bom lembrar que Márcia Lucena foi presa no decorrer da Operação Calvário, por está participando de uma organização criminosa (Orcrim) que segundo apurações do GAECO, desviou mais de R$ 130 milhões da Saúde da Paraíba. Márcia Lucena cumpre medidas cautelares e faz uso de uma tornozeleira eletrônica.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.