Prefeitura entrega 720 cestas e kits de higiene para famílias das comunidades Tito Silva e Miramar

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) segue auxiliando a população mais vulnerável da Capital atingida pela pandemia do novo Coronavírus. Nesta segunda-feira (06), a ação de distribuição de cestas básicas e kits de higiene pessoal, realizada em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), beneficiou 720 famílias das comunidades Tito Silva e Miramar, ambas localizadas no complexo Beira Rio.

Esse tipo de ação tem acontecido desde o dia 17 de junho e já beneficiou aproximadamente 30 mil pessoas, de um total de 41 mil que é a meta prevista até esse mês. A distribuição dos produtos está sendo realizada em 37 territórios da cidade, definidos por critérios do BID. Karla Souza, coordenadora do Trabalho Social da Secretaria Municipal de Habitação (Semhab), faz um balanço positivo da ação, que conta com a participação de 13 secretarias municipais.

“É um trabalho que possibilita, inclusive, um mapeamento fidedigno dessas áreas mais vulneravéis da cidade. Estamos em campo há quase 15 dias, contando com a participação de várias secretarias, para cumprir com o objetivo, que é beneficiar todas as pessoas que estão previstas para toda a ação. Portanto, o balanço até agora é muito positivo, quem ganha é a cidade de João Pessoa”, comentou.

Durante as ações de distribuição, que também contam com a participação do Exército Brasileiro, Marinha e Polícia Militar, os moradores recebem os donativos em casa, sem que sejam submetidos a aglomerações ou demais riscos de contaminação, como destaca o inspetor Moreira, da Guarda Municipal. “As comunidades têm aceitado muito bem essa ação da Prefeitura, tanto que até agora não foi registrado qualquer ocorrência”, afirmou.

Entre os beneficiados, a ajuda é recebida com muita alegria. No caso de Mirian Martins, que é pensionista e mora na comunidade Miramar, os donativos também trouxeram alívio. “Muita gente tava precisando dessa ajuda e chegou em boa hora. Vai ajudar demais”, comemora a moradora, que vive em uma casa com mais cinco pessoas. “Teve quem perdeu o emprego e depende de ajudas como essa”, finalizou.

Outra beneficiada é Francicleide Andrade, da comunidade Tito Silva. Ela trabalha como auxiliar de serviços gerais, mas sofreu uma redução de salário por conta da pandemia. “A empresa que eu trabalho está fechada e, consequentemente, tive uma redução de salário”, conta. “Dependo do auxílio emergencial e estou muito agradecida pela cesta e esse kit de higiene. Vão ajudar muito”, afirmou.

Estrutura – Compõe a frente de entrega de cestas básicas nutricionais e kits de higiene pessoal, as secretarias municipais (Sedes, Sedurb, Semob, Semhab, Seinfra, Sedec, Saúde, Secom, Sead, Guarda Municipal, Defesa Civil, Orçamento Participativo e IPM).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.