João Azevêdo discute ampliação de intercâmbios com representantes da UFPB e de instituição francesa

O governador João Azevêdo recebeu, nesta terça-feira (29), na Granja Santana, em João Pessoa, o professor Jarir Mahfoud, diretor das Relações Internacionais do Institut National des Sciences Appliquées (Insa Lyon), maior escola de Engenharia da França, e representantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), ocasião em que foram discutidas possíveis parcerias entre o Governo do Estado e as instituições de ensino voltadas para a ampliação de programas de intercâmbio de professores e alunos.

A reunião também contou com as presenças do secretário de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia, Claudio Furtado; do presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da  Paraíba (Fapesq), Roberto Germano; da reitora da UFPB, Margareth Diniz; da professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPB, Marcele Trigueiro; do professor do curso de Engenharia Civil e Ambiental da UFPB, Joácio Morais; e da diretora de Orçamento da UFPB, Renata Câmara.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou a importância de estabelecer parcerias para assegurar novas oportunidades para os profissionais do Estado. “Um dos temas discutidos nesse encontro foi o reconhecimento de diplomas de profissionais da Paraíba na Franca e vice-versa, abrindo novas perspectivas para nossos pesquisadores, o que só é possível com muita determinação e esforço, diante das limitações de recursos”, pontuou.

O secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Claudio Furtado, afirmou que uma possível parceria com a escola francesa pode viabilizar a inclusão da língua francesa no programa Gira Mundo. “O Instituto francês já tem uma colaboração com a UFPB e a ideia é assinar um termo de cooperação para que a gente possa mandar tanto professores, quanto alunos, dentro do programa Gira Mundo. O Governo do Estado já pensa em ampliar o programa na parte francesa no Canadá e na França, fazendo uma inserção de professores e alunos de nível médio nas áreas técnicas”, explicou.

O professor de Engenharia Civil e Ambiental da UFPB, Joácio Morais, ressaltou que a reunião com o governador teve o objetivo de aumentar o campo de intercâmbio que já existe com os alunos de Engenharia da Universidade. “Nós sabemos que no Brasil os financiamentos estão diminuindo cada vez mais e esses convênios com instituições francesas permitem a troca de experiências entre professores e estudantes e essa é uma oportunidade de montar parcerias, que proporcionarão um benefício muito grande”, observou.

O professor Jarir Mahfoud revelou otimismo com a possibilidade de ampliação de novas cooperações entre a França e a Paraíba. “Eu estou muito feliz de estar na Paraíba, conhecer a cidade e a Universidade, pois as pessoas gostam muito daqui e temos a perspectiva de fortalecermos parcerias que resultem na troca de experiências”, disse.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.