Caixa corta taxas de juros para financiar e renegociar imóveis; veja

Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou nesta quarta-feira uma redução nas taxas de juros para operações pelo Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

A taxa mínima para imóveis residenciais enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) passou de 8,75% ao ano + TR para 8,50% ao ano + TR. A taxa máxima passou de 11,00% + TR para 9,75% + TR.

A CEF já anunciou que pretende lançar em breve linhas indexadas ao IPCA, mas essas operações não foram detalhadas ainda.

Renegociação de dívidas

O banco também lançou nesta quarta um programa de renegociação de dívidas do financiamento imobiliário para pessoas físicas. Segundo a instituição, a iniciativa deve atingir cerca de 600 mil famílias.

Haverá diferentes alternativas de negociação, a depender da situação do contrato. Uma das opções é o pagamento de um valor à vista com a incorporação das parcelas atrasadas às próximas prestações a vencer até o fim do prazo contratual.

Também poderá haver alteração da data de vencimento da prestação e utilização do saldo da conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para redução do valor da prestação.

Contratações

Em entrevista coletiva, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que o banco vai contratar 1 mil funcionários aprovados em concurso de 2014. O objetivo é que pelo menos 50% das pessoas chamadas tenham algum tipo de deficiência.

Segundo Guimarães, atualmente 1,67% dos funcionários da Caixa têm alguma deficiência, patamar que está abaixo do mínimo de 5% exigido pela legislação. “Isso é inaceitável”, afirmou Guimarães.

Ele disse que não é possível prever se há entre os que passaram no concurso 500 pessoas com deficiência. A ideia é que os novos funcionários sejam alocados nas agências. Valor Econômico

Exemplo:

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.