Indústria de alimentos Tony dobra produção e mira mercado paraibano

 

O ano de 2019 foi escolhido como mais um divisor de águas para o Fipel Frigorífico Industrial, que produz os produtos da marca Tony. A empresa de alimentos processados, localizada no município de Igarassu (PE), vai inaugurar neste sábado (26) a primeira fábrica de hambúrguer do Norte/Nordeste. Um dos objetivos dessa nova fábrica será expandir a sua nova linha de produtos para o mercado paraibano.

Há duas décadas no mercado, a marca Tony vem diversificando a linha de produtos que estão cada vez mais presentes na mesa e na cozinha dos brasileiros. A diversificada linha de produtos ganha, agora, o incremento de hambúrguer, toscana e linguiça fina, que se somam aos já existentes salsicha hot dog, mortadela, salsichão, salsicha viena, linguiça calabresa, mortadela de frango, embutido cozido, linguiça e salsicha premium, salsichão sabor churrasco, salsicha de aves, salsichão de aves, linguiça de frango, linha speciale, lanche de frango e mortadela.

Para esta nova fase, o Fipel Frigorífico Industrial investiu em uma ampliação de suas instalações, em Igarassu, cidade a 27 quilômetros do Recife, e a 95 quilômetros de João Pessoa (PB). Os itens já produzidos pela empresa, que somam mais de mil toneladas por mês, devem chegar a duas mil toneladas/mês. Isso sem contar a nova linha de congelados de hambúrguer (mais 500 t/mês), e das linguiças toscana (mais 200 t/mês) e fina (também mais 200 t/mês). Somente para se ter uma ideia do crescimento do Fipel, a produção diária atual equivale ao que se fabricava mensalmente há apenas oito anos. Na área de fabricação, a empresa passa dos atuais 2 mil metros quadrados para 3,3 mil metros quadrados.

Tamanha expansão reflete direta e imediatamente no número de empregos gerados pelo acréscimo na produção. O quadro de funcionários, que gira em torno de 350 trabalhadores, chegará a 500 pessoas quando o Fipel atingir o máximo de sua capacidade de fabricação.

Outro diferencial está no cuidado com a qualidade dos equipamentos empregados na produção. Máquinas adquiridas de empresas como a americana Tomahawk Manufacturing Inc., a catarinense Torfresma Industrial Ltda. e a paulista Ulma Packaging, reforçam o posicionamento do Fipel no patamar dos melhores processos de fabricação de alimentos processados do País.

“Todo esse investimento está sendo realizado simplesmente porque queremos continuar sendo reconhecidos, cada vez mais, como quem faz qualidade”, explica o empreendedor Gilson Saraiva Filho, um dos sócios do Fipel.

O Frigorífico Indústria Pernambuco Ltda. (Fipel) foi criado, em 1997, pelo também empreendedor Marco Porto Carreiro Filho, que batizou a linha de alimentos processados fabricados na empresa com a marca Tony, nome de um antigo frigorífico do pai, fundado em 1981.

O know-how no ramo, portanto, já está na família há praticamente quatro décadas e, desde então, só vem se aperfeiçoando. Hoje fornece produtos para todo o Nordeste, além do Estado do Pará, e em breve chegará às demais regiões do Brasil.

A empresa conta com um laboratório responsável pelo controle da matéria-prima, por meio de análise laboratoriais e sensoriais. Com o aumento de sua capacidade de produção, o Fipel proporciona um atendimento mais preciso e ainda melhor para seus tradicionais e novos clientes.

Serviço:

Inauguração da ampliação do Fipel Frigorífico Industrial – dia 26 de janeiro, às 9h30, na sede da empresa, localizada na BR-101 Norte, km 43,6, Distrito Industrial, Igarassu (PE)

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.