Santa Rita alerta pais sobre importância de vacinação contra sarampo e HPV

A Secretaria de Saúde municipal de Santa Rita está convocando pais e responsáveis para imunizar crianças e adolescentes contra doenças combatidas através do calendário vacinal do Ministério da Saúde. No caso do sarampo, a campanha nacional ocorreu em agosto e o município atingiu a meta de imunização, sendo que a preocupação da secretaria é que o combate à doença exige aplicação da segunda dose, que muitas vezes acaba deixando de ser realizada.

Por isso, segundo explicou Mauricelia de Melo, coordenadora de Imunização da Prefeitura, os pais precisam entender a importância de cumprir a vacinação, pois o sarampo é uma doença que pode matar e a vacina é a única forma de prevenção. A campanha é destinada a crianças com idade até 5 anos e, normalmente, a primeira dose é aplicada nos primeiros doze meses de vida.

Outra preocupação é a vacina contra o HPV. Aplicada nos postos de saúde em meninas entre 9 e 14 anos, e meninos entre 11 e 14, a Secretaria também tem realizado visitas às escolas para ampliar a cobertura vacinal, mas tem esbarrado em mitos em torno dos efeitos.

“Muitos pais têm medo que a vacina contra o HPV faça mal ou que estimule a vida sexual precoce dessas crianças. Ao contrário, elas são totalmente seguras e têm a finalidade apenas de prevenir doenças. No caso do HPV, esses jovens terão a oportunidade de se imunizar contra doenças perigosas, como o câncer de colo do útero, vulva, vagina, pênis e ânus”, explica.

Mauricelia ressalta que é fundamental que os pais estejam atentos às demais imunizações ofertadas gratuitamente pelo sistema público de saúde. Além do sarampo e o HPV, entre as doenças combatidas através de vacinas estão também a tuberculose, hepatites, pneumonia, meniningite, poliomielite, coqueluche, rubéola, varicela, difteria, tétano e influenza.

você pode gostar também Mais do autor