Após acompanhar o governador em solenidades, deputado de oposição nega adesão

O deputado estadual Jutay Meneses (PRB) usou a tribuna na Assembleia Legislativa da Paraíba, nesta terça-feira (4), para negar que tenha aderido ao projeto político do atual governador, Ricardo Coutinho (PSB), e para reforçar que continua integrando o bloco de oposição. “Continuo convencido que minhas posições estão corretas e são coerentes e, por isso, me mantenho na oposição”, disse.

As especulações sobre uma possível adesão de Jutay à bancada de situação vieram após ele participar no último sábado (1º) da inauguração do Parque Bodocongó, em Campina Grande. O deputado foi até a atividade para falar com o governador sobre a realização de parceria com a Igreja Universal do Reino de Deus para projetos de ressocialização dos apenados do Sistema Prisional paraibano. “A inauguração foi a oportunidade que encontrei de falar com o governador e expor projeto que só traz benefícios ao povo da Paraíba”, destacou.

O parlamentar usou a tribuna semana passada para falar sobre o projeto de ressocialização que envolve assistência jurídica e social, além de apoio espiritual aos apenados e seus parentes. Em alguns Estados, com a autorização do Governo, ainda há a edificação de igrejas em algumas penitenciárias. Ele frisou que as obras são feitas com doações e não envolve nenhum recurso público. Por fim, disse que procuraria o governador para tratar do assunto

Jutay disse que sempre procura os secretários estaduais para levar demandas da população, pois essa é a função de um parlamentar. Informou que solicitou audiência com Ricardo Coutinho e espera ser recebido em breve para tratar temas de interesses dos paraibanos.

“Não estamos aqui na oposição para ofender a pessoa do governador, estamos aqui para trazer alertas de quando ele assume um posicionamento que vai contra o povo, mas quando a medida é positiva, nós apoiamos. Voto, apoio e peço para votar a favor”, destacou, acrescentando que mesmo estando na oposição não tem problemas em sentar com quem quer que seja.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.