Após descanso, Cartaxo reassume Prefeitura, abre ano legislativo, presta contas e anuncia obras

O calendário está definido: na terça-feira, o prefeito licenciado de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), vai à Câmara Municipal participar do início dos trabalhos, a convite do presidente Marcos Vinícius, do PSDB. Perante os 27 vereadores, Cartaxo, que se afastou por um período, durante o carnaval, para descansar com os familiares, fará um balanço acerca dos últimos quatro anos de administração e aproveitará a oportunidade para anunciar algumas obras importantes que contemplarão João Pessoa neste segundo mandato.

Neste período em que Luciano está afastado do cargo, a prefeitura está sendo exercida pelo vice, Manoel Júnior, do PMDB, que tem priorizado reuniões com auxiliares para acompanhamento de obras e o atendimento de demandas prioritárias reivindicadas. Na segunda-feira, Cartaxo será reempossado e sabe-se que nos bastidores políticos há movimentos com vistas a acrescer a bancada de sustentação da administração no legislativo municipal. A expectativa é de que a bancada passe de 17 para 20 vereadores nos próximos meses, de acordo com confissão feita pelo vereador Helton Renê, que é do PC do B e é líder do prefeito na Casa de Napoleão Laureano.

O secretário de Comunicação da gestão municipal, Josival Pereira, destacou o entrosamento verificado entre o prefeito Luciano Cartaxo e seu vice Manoel Júnior e que foi testado, conforme ele, nesta primeira transmissão de cargo. “A sintonia ou a afinidade entre os dois é indiscutível”, salientou o secretário. Antes de requerer a licença do cargo, Luciano manteve uma reunião com técnicos da prefeitura e alguns secretários a fim de definir as prioridades da gestão no decorrer de 2017 no tocante às obras que serão realizadas. De sua parte, o prefeito em exercício Manoel Júnior frisou que tem dado sequência às ações do prefeito e assegurou que está sendo válida a experiência de quinze dias porque tem lhe permitido aprofundar o conhecimento sobre a máquina administrativa e sobre os desafios do dia a dia da população pessoense.

Manoel Júnior admite que alcançou experiência como prefeito de Pedras de Fogo, mas “é evidente que a Capital comporta desafios inimagináveis”. No seu entendimento, a parceria com o prefeito Luciano Cartaxo é extremamente positiva para João Pessoa e deve continuar, inclusive, nas eleições do próximo ano. O PMDB é um partido que integra, igualmente, uma coligação forte que elegeu Cartaxo e ele para governarem juntos os destinos da Capital paraibana, acrescentou. A discussão sobre desdobramento da aliança do PMDB com o PSD para 2018 ainda não tem consenso na agremiação peemedebista presidida pelo senador José Maranhão. “O assunto sequer está em apreciação, diante de outras prioridades urgentes”, comentou o senador Maranhão.

 

Os Guedes

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.