No dia da árvore, Cícero relembra pioneirismo da sua gestão na defesa do meio ambiente na capital

Por mais surpreendente que possa parecer, a cidade de João Pessoa já teve uma produção mensal de 50 mil mudas (arbórea e herbácea). O feito, realizado na gestão do ex-prefeito e candidato do Progressistas à Prefeitura de João Pessoa, Cícero Lucena, contrasta com o momento atual do Brasil em que assistimos assustados a uma onda de incêndios no Pantanal sul-mato-grossense.

O projeto, que fornecia mudas de maneira sustentável para parques e canteiros de toda João Pessoa, era ambientado no Parque Arruda Câmara e possuia toda uma estrutura voltada para a produção e armazenamento de sementes. “Foi o único investimento real em meio ambiente da nossa capital em todos estes anos”, relembrou Cícero, lamentando a ausência de políticas dessa natureza por parte dos atuais gestores.

Mapeamento e diagnóstico

Cícero lembrou ainda que na sua gestão duas mil árvores de João Pessoa passaram por uma avaliação que incluía a realização de uma ultrassonografia para saber qual o estado fitossanitário de cada planta, produzindo um relatório com o diagnóstico de cada espécie.

“Este programa ambiental atraiu o interesse de entidades e governos de todo País que tinham João Pessoa como um exemplo a ser seguido”, registrou Cícero.

O progressista lembrou que foi a primeira vez que João Pessoa teve mapeados e analisados todo seu “patrimônio arbóreo”, sendo possível fazer o tratamento fitossanitário em todo território do município.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.