Em debate, Cícero apresenta propostas para habitação, mobilidade, combate a corrupção, tecnologia, saneamento e educação

O candidato à Prefeitura Municipal de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), teve uma participação segura e firme no debate desta quinta-feira (16) na TV Arapuan, onde apresentou propostas viáveis, deu testemunho de vida e prática de gestão em áreas como: habitação, mobilidade, combate a corrupção, tecnologia, saneamento e educação.

Cícero lembrou que a política habitacional da atual gestão só foi possível graças a recursos destinados ao município pelo seu partido. “A diferença é que nós vamos fazer as moradias, mas não vamos demorar quatro anos para colocar uma escola e um PSF, como foi no Vista Alegre”, comentou Cícero, lamentando a lentidão do prefeito Luciano Cartaxo em estruturar os conjuntos habitacionais.

Na mobilidade urbana, Cícero registrou a incompetência da atual gestão e a demora na realização de intervenções simples como no caso do Terminal de Integração do Valentina. Além disso, Cícero propôs a redução da passagem de ônibus e a climatização da frota.

Na área de Ciência e Tecnologia, Cícero lembrou que a Prefeitura de João Pessoa utiliza o mesmo até hoje o sistema de gerenciamento de dados implantado por ele há 16 anos. O progressista lembrou ainda que há oito anos defendia a distribuição de tablets para os alunos da rede municipal e que se a atual gestão o tivesse ouvido, os professores e alunos estariam prontos para as aulas on-line.

Cícero destacou que na sua gestão os agentes de saúde tinham palm tops e que, caso seja eleito, eles terão o tablets para atender a população, consultando o calendário de vacinas e fazendo consultas através da telemedicina. O candidato ressaltou ainda que na rede privada se pode acessar um banco, pedir comida e fazer consultas através de um smartphone. “Porque não podemos acessar serviços públicos da mesma forma?” Indagou.

O candidato do Progressistas registrou que elevou o saneamento em João Pessoa para 74% na sua gestão e que sua meta é, em parceria com o Governo do Estado, chegar aos 100% de cobertura. Além disso, Cícero lembrou o fechamento do Lixão do Róger, “que após 17 anos ainda é modelo em todo país”.

No combate a corrupção, Cícero lembrou que sempre buscou transparência nos seus atos e de seus auxiliares, tendo criado a Controladoria do município e permitindo que as escolas comprassem sua merenda nos bairros, permitindo o controle social. Sobre o apoio do governador João Azevedo, Cícero lembrou que não há nenhum processo sobre a Operação Calvário envolvendo o atual governador e que o candidato da Operação Calvário é outro, referindo-se ao ex-governador e pré-candidato, Ricardo Coutinho.

Cícero concluiu sua participação no debate lamentando que as escolas de João Pessoa estão formando analfabetos digitais e que infelizmente, devido a incompetência da atual gestão, os alunos não têm recebido preparo para competir no mercado de trabalho. “Isso dói para quem se preocupa com o futuro das nossas crianças”, disse Cícero.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.