Eleito pelo povo e afastado pela justiça sem direito a ser ouvido, Dinaldinho completa dois anos longe da Prefeitura de Patos

O prefeito eleito de Patos, Dinaldo Wanderley Filho, emitiu nesta sexta-feira (14) uma carta ao povo de Patos e à Justiça lembrando que já se encontra afastado da gestão municipal há dois anos, 730 dias ao todo, sem nunca ter sido ouvido e o processo estar sem prosseguimento na Justiça. No documento, Dinaldinho reafirma a inocência e cobra a celeridade do processo.

Confira a carta na íntegra:

Hoje completa 2 anos, 730 dias de afastamento do mandato popular, conseguido com honestidade e respeito a todos, sem nunca ter sido ouvido ou o processo ter tido prosseguimento.

Muito se comentou, muito foi instigado, fui atacado, condenado antecipadamente, nossa cidade se afundou em um caos jamais visto administrativo, político e moral.

Perderam obras federais, paralisaram as demais, a saúde não funcionou, nossa infra estrutura desapareceu, a cidade foi consumida por lixo, marginalizaram prestadores de serviços e empresas.

Desacreditaram a cidade, em nome de buscar destruir um homem e sua família para que em momento eleitoral pudessem aparecer como “Salvadores”.

Iremos debater tudo, cada vírgula que foi colocado, cada mentira e boatos. Acredito na VERDADE, ela liberta e transforma. O caminho certo e justo é o mais difícil, o mais atacado, porém é o mais próspero.

Dinaldinho

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.