Prefeitura de João Pessoa entrega mais 946 cestas nutricionais e kits de higiene

A ação de entrega de cestas básicas e kits de higiene pessoal da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) já percorreu mais de 25 comunidades carentes, bairros e residenciais da Capital, beneficiando aproximadamente 20 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social. Nesta terça-feira (30) a distribuição de 946 cestas e kits acontece na comunidade Quilombola, que fica em Paratibe, no Padre Zé e Valentina. Até o final da ação, que é colocada em prática em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), cerca de 41 mil pessoas atingidas pela pandemia de coronavírus serão contempladas.

As entregas acontecem desde o último dia 17, de porta em porta, por uma frente formada por 13 secretarias municipais, com a participação do Exército Brasileiro, Marinha e Polícia Militar, tomando todos os cuidados sanitários e para evitar aglomerações. Também durante a ação, os moradores recebem orientações sobre o cumprimento das medidas de segurança para combater a disseminação do coronavírus. O trabalho tem início às 7h e se estende durante o dia, até que todos os moradores recebam os produtos.

“Essa ação surgiu da percepção da Prefeitura de João Pessoa em ajudar os moradores mais atingidos pela pandemia, que enfrentam dificuldades econômicas durante esse período. Desde então, a gente vem trabalhando numa frente ampla de secretárias e outros apoiadores, como Exército, Marinha e PM, para que essa ajuda chegue nas mãos de quem realmente precisa”, disse Edízio Peixoto, da chefia de Gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb). “O nosso objetivo é entregar as 20,8 mil cestas que estão programadas, alcançando aproximadamente 41 mil pessoas”, finalizou.

Estrutura – Compõem a frente de ações as secretarias municipais: Sedes, Sedurb, Semob, Semhab, Seinfra, Sedec, Saúde, Secom, Sead, Guarda Municipal, Defesa Civil, Orçamento Participativo e IPM. Só da Habitação são 70 pessoas participando das entregas, auxiliando na logística nos territórios vulneráveis da cidade. “São muitas famílias beneficiadas e que ainda serão beneficiadas com essa ação”, disse Jaciara Medeiros, da coordenação do Trabalho Social da Semhab.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.