Com mais de 230 mil imunizados, João Pessoa alcança meta de vacinação contra a gripe e campanha segue até esta terça

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe chega ao fim nesta terça-feira (30). Em João Pessoa, já foram aplicadas 231.370 doses da vacina. Ou seja, mais de 90% das 246 mil pessoas que compõem os grupos prioritários já estão imunizadas contra a doença. A mobilização teve início no dia 23 de março, com a meta de vacinar 90% do público alvo.

As pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e ainda não se vacinaram devem procurar um dos postos de imunização. Na Capital, a vacina está disponível nas unidades de saúde da família (USF), das 7h às 11h e das 12h às 16h; policlínicas municipais, das 7h às 17h; e no Centro Municipal de Imunização (CMI), das 8h às 16h. Para as pessoas com dificuldade de locomoção, um parente deve entrar em contato com sua USF de referência e agendar a vacinação em sua residência.

“Este ano, desde o início da campanha, tivemos uma procura bem maior pela vacina do que nos anos anteriores e conseguimos bater recordes de imunização. Mesmo assim, é importante que, aqueles que integram os grupos prioritários e ainda não estão imunizados, se dirijam a um dos pontos de vacinação até esta terça-feira”, destacou Fernando Virgolino, chefe de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O público-alvo da campanha é formado por idosos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas, pessoas com doenças crônicas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, jovens de 12 anos a 21 anos sob medida socioeducativa, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, professores de escolas públicas e privadas e adultos de 55 até 59 anos. Para ser imunizado, o usuário deve comprovar que está inserido num dos grupos prioritários no momento da imunização.

Vacina – A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a Covid-19, já que os sintomas são parecidos. Além disso, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde.

Durante todas as fases da campanha, foram articuladas estratégias para levar a vacina até a população de forma segura, evitando aglomeração de pessoas e prevenindo a disseminação do coronavírus. Foi disponibilizada a vacina nos ginásios das escolas municipais, três pontos de ‘drive-thru’ distribuídos pela cidade, um ponto de vacinação exclusivo para caminhoneiros, imunização dos profissionais de saúde em seus locais de trabalho, vacinação em casa para pessoas com dificuldades de locomoção e ponto de imunização exclusivo para pessoas com deficiência.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.