PSDB sob comando de Pedro perde “quadros” importantes do partido, sem falar no “fogo amigo” de Romero; entenda

O presidente do PSDB paraibano, deputado federal Pedro Cunha Lima que também é filho do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), parece não ter o mesmo poder de ‘persuasão’ do pai e deixou o partido em Campina Grande, na base eleitoral do seu pai praticamente vazio na Câmara Municipal da cidade. O partido tinha o vereador licenciado Nelson Gomes Filho e os suplentes Ivan Batista e Marcos Raia, ambos deixaram o PSDB.

De acordo com Pedro, as reuniões partidárias que fossem necessárias estavam sendo feitas de forma virtual, através de tele ou videoconferência, por meio dos recursos tecnológicos disponíveis a cada filiado. O deputado destacou ainda, conforme resolução do PSDB nacional, que também ficam suspensos todos os atos de filiações nos municípios. “Temos que evitar a realização de encontros com aglomerações de filiados em locais fechados”, revelou o tucano ao esvaziar o partido do pai.

Desde o tempo que o pai de Pedro, era prefeito de Campina o PSDB não deixava de ter um assento na Câmara Municipal de Campina Grande. Analistas afirmam que com essa nova realidade, o prefeito Romero Rodrigues que também é presidente estadual do PSD, partido que levou os tucanos para a sua sigla, também tirou de Pedro a chance de ser pré-candidato a prefeito de Campina Grande.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.