Prefeitura de João Pessoa começa vacinação contra Influenza em idosos acamados

Os usuários idosos do Sistema Único de Saúde (SUS) em João Pessoa restritos aos leitos (acamados) poderão receber a vacina contra a influenza através do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os atendimentos tiveram início nesta terça-feira (24) para os 580 usuários já cadastrados no serviço, com prioridade para os que se encontram em condições mais graves.

Já os usuários que estão fora dessa cobertura e do serviço do SAD serão imunizados a partir da próxima semana, mediante agendamento prévio de seus familiares em suas unidades de saúde da família (USF) de referência ou através do telefone do SAD 3214-7149, que já está disponível para contato. As equipes do SAD então anotam todos os dados do usuário, para que ele receba a vacina em casa, como destaca a fisioterapeuta e coordenadora do serviço, Gilanne Ferreira.

“Normalmente quem faz a vacinação desse grupo que está fora do SAD são as Unidades de Saúde da Família (USF), mas como estão mobilizadas em vários pontos para atender a população, estamos dando esse reforço. Importante o cuidado com os idosos, porque nos estamos entre os transmissores, por isso que através do telefone a gente verifica outras opções de atendimento para o usuário, como os pontos ´drive thru´, que o atendimento é no carro. Mas aqueles que realmente não têm condições de se locomover a gente vai vacinar em casa”, explicou.

A Campanha – A campanha está dividida em três fases, sendo os idosos e trabalhadores de saúde vacinados na primeira fase, que vai até o dia 03 de abril. A vacinação para a população idosa será realizada de segunda à sexta-feira, das 13h às 18h, em ginásios municipais próximos de suas residências para facilitar o acesso. Os idosos acamados serão imunizados em casa, mediante agendamento prévio de seus familiares em suas unidades de saúde da família (USF) de referência.

Trabalhadores de saúde – Os trabalhadores da área de saúde que trabalham na rede hospitalar serão vacinados em seus locais de trabalho. Serão visitadas 30 instituições de grande porte, entre unidades de pronto atendimento (UPA), hospitais públicos e privados. Já os que não trabalham na rede hospitalar deverão se vacinar em sua USF de referência no turno da manhã.

Outros grupos – Os grupos prioritários, conforme o Ministério da Saúde, para a vacina contra a influenza são: idosos, crianças (de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, indígenas e trabalhadores de saúde. Também serão vacinados os seguintes públicos: pessoas com doenças crônicas, professores, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, profissionais das forças de segurança e salvamento e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Mobilização Nacional – Este ano, o Dia D da Campanha acontecerá em 9 de maio. O Ministério da Saúde decidiu realizar esta campanha com um mês de antecedência pelo momento que o mundo passa no combate ao coronavírus. Apesar desta vacina não prevenir contra o novo vírus, pretende-se proteger a população contra a influenza, além de minimizar o impacto nos serviços de saúde. Os sintomas desta doença são semelhantes aos do coronavírus e a antecipação visa reduzir a carga da circulação de influenza na população.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.