Mais de 20% das ocorrências atendidas pelo Samu-JP em 2019 foram acidentes de trânsito

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de João Pessoa (Samu-JP) atendeu de janeiro a novembro de 2019, 44.973 ocorrências. Desse número, 21% representam ocorrências do tipo trauma, ou seja, acidentes de trânsito, e 12% foram ocorrências clínicas, com pacientes com quadros neurológicos.

Dentro das ocorrências de trauma, 4.308 chamados foram para acidentes de trânsito. “Esse número indica um aumento em mais de 20% de acidentes com relação ao total de 2018 onde foram atendidos 3.587 chamados para acidentes de trânsito durante todo o ano”, destacou o coordenador Médico do Samu, Luis Renato Custel.

Do total dos chamados de acidentes de trânsito, 60% envolviam moto e 32% carros. O serviço também atendeu 344 chamados envolvendo pedestres acidentados em acidentes de trânsito, 126 com bicicletas e 1% de acidentes com caminhão e 1% com ônibus.

A maioria das vítimas envolvidas nesses acidentes tinha entre 15 e 35 anos e 35 e 45 anos. O Serviço também socorreu pessoas com mais de 65 anos e crianças com até 14 anos envolvidas em acidentes de trânsito. 81% das vítimas precisaram ser removidas para hospitais, 8% foram atendidas no local e 1% foi a óbito no local do acidente.

Do total de ligações recebidas pelo Serviço de janeiro a novembro deste ano, 25% caracterizaram trote. “O trote gera prejuízos e prejudica não apenas ao serviço, mas também a toda população, como a ocupação das linhas telefônicas, fazendo com que deixem de ser atendidas as ligações de situações reais, fora os gastos gerados desnecessariamente de combustível e depreciação da ambulância”, alertou Luis Renato Custel.

Samu Regional João Pessoa – O serviço é estruturado por quatro Unidades de Saúde Avançada (USA) e sete Unidades de Saúde Básicas (UBS) e sete Motolâncias. As cidades de Cabedelo, Conde, Bayeux e Santa Rita contam com uma unidade cada, totalizando 15 Unidades de Atendimento Móvel de Urgência. A central também realiza a regulação médica para 60 municípios compondo a primeira macrorregião do Estado da Paraíba.

Para ser acionado, o usuário deve ligar para o número 192, a ligação é gratuita. São atendidas vítimas de desmaios com perda da consciência, mal súbito, problemas cardíacos e respiratórios de início súbito, convulsão, crises epilépticas, dor no tórax de origem súbita, pressão baixa ou alta, trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o feto, problemas psiquiátricos em crise.

Deve ser acionado também em casos de trauma com envolvimento de vítimas com: sangramentos, hemorragias, intoxicações acidentais, engasgos, envenenamento e tentativas de suicídio, afogamentos e choques elétricos desde que haja acionamento em conjunto com os Bombeiros pelo telefone 193, quedas, fraturas e queimaduras graves, acidentes de trânsito com vítimas, e se elas estiverem presas nas ferragens acionar também os Bombeiros – 193.

A Polícia Rodoviária Federal – 191, junto com o Samu-192, deve ser acionada para acidentados nas BRs. Já, quando se tratar de ferimentos por arma de fogo e arma branca, o serviço deve ser acionado em conjunto com a Polícia Militar – 190.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.