João Azevêdo lança 2ª etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa

O governador João Azevêdo lançou, nesta sexta-feira (1º), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, destinada a bovinos e bubalinos (búfalos), de 0 a 24 meses. A meta da campanha, que prossegue até 30 de novembro, é vacinar mais de 90% do rebanho.

Desde 2014, a Paraíba mantém o certificado de “Estado livre da febre aftosa com vacinação”, fornecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE); e desde 2011, tem atingido 90% da meta de vacinação contra a febre aftosa. Na primeira etapa da campanha, em maio deste ano, o índice atingido foi de 92%. A meta é que, até 2021, o Estado consiga o status de livre da febre aftosa sem vacinação, conforme preconiza o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Na solenidade, o chefe do Executivo estadual destacou o empenho de diversos órgãos do Estado para cumprir a meta de vacinação do rebanho. “Essa ação representa a nossa busca para manter a Paraíba livre da febre aftosa, por meio de divulgação e conscientização dos produtores. Toda a estrutura da gestão estará disponível para atingir esse objetivo, envolvendo todos os escritórios da Empaer e as unidades vinculadas à agropecuária porque esse é um processo que só gera ganhos para nossos produtores, pois se trata de mercado que se abre com a garantia de que não há problemas com a febre aftosa”, explicou.

O secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca, Efraim Morais, enalteceu a dedicação e o trabalho das equipes do Governo na campanha de vacinação contra a febre aftosa. “O comércio externo se abriu para o Brasil e vários países têm interesse no nosso produto e precisamos ter a responsabilidade de vacinar o nosso rebanho para que a gente possa entrar nesse processo, aproveitando que a Paraíba vive um ano muito positivo no setor”, pontuou.

O presidente da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), Nivaldo Magalhães, garantiu o esforço do órgão para atingir a meta de vacinação. “Nossos técnicos estão empenhados nessa missão e os extensionistas já estão no interior do Estado envolvidos com a campanha. Essa foi a determinação que o governador nos deu e vamos cumpri-la até o dia 30, para que a Paraíba continue na zona livre de febre aftosa”, frisou.

O deputado federal Efraim Filho ressaltou a importância do envolvimento de todos os setores responsáveis pelo desenvolvimento da pecuária no Estado na campanha. “Existe a necessidade da conscientização de que a Paraíba tem sua vocação econômica no agronegócio, um arranjo produtivo que gera emprego e renda, e as responsabilidades precisam ser compartilhadas com esse setor para que a gente possa evoluir cada vez mais. Preencher esses requisitos do ponto de vista técnico de erradicação da aftosa é a nossa tarefa de casa, para que a gente possa oferecer a quem quer investir e comprar o produto paraibano com selo de qualidade”, disse.

O pecuarista Walfredo Borborema destacou a importância da campanha e do investimento do Governo na área. “O governo vem inovando no setor e tudo isso é muito importante para o pecuarista que deve estar consciente da necessidade da vacinação dos animais para que a gente fique livre da febre aftosa porque isso reflete diretamente da nossa atividade econômica”, comentou.

Entre bovinos e bubalinos, a Paraíba tem atualmente 1,28 milhão de animais. Para vacinar os animais de 0 a 24 meses com dose de 2 ml, o produtor deve procurar as casas veterinárias cadastradas na Gerência Executiva de Defesa Agropecuária da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) e comprar a vacina. Em caso de dúvidas no processo de vacinação, deve procurar os escritórios no interior do Estado, que disponibilizarão médicos veterinários.

A solenidade foi prestigiada por prefeitos, vereadores e auxiliares do Governo da Paraíba.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.