No prazo de 45 dias: PMJP e Ministério Público fecham acordo e Lady será transferida para o Santuário de Elefantes

A elefanta Lady se prepara para viver em novo endereço. Depois de uma audiência realizada na tarde desta quarta-feira (30), na 2ª Vara Federal da Justiça de João Pessoa, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) firmou um acordo de autorização da transferência da elefanta para o Santuário de Elefantes do Brasil (SEB), no Mato Grosso. A mudança tem como objetivo permitir que Lady, nascida em cativeiro, tenha a oportunidade de conviver com outros animais da sua espécie. A assinatura do termo foi realizada em audiência também com representantes do Ibama e do Ministério Público Federal.

A PMJP dará início aos procedimentos necessários para o traslado de Lady. A viagem, que será realizada pelo Santuário dos Elefantes, acontecerá de acordo com a legislação ambiental. A mudança deverá acontecer em um prazo de 45 dias definido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, Ibama e Santuário dos Elefantes.

O secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, lembrou que Lady foi doada à PMJP em 2013, depois de 40 anos se apresentando em circos e de circular por todo o país em contêineres. “Ela chegou à Bica com problemas crônicos em suas patas e articulações. Ao longo destes seis anos, vem recebendo todo o tratamento que merece pelo corpo técnico do Parque, mas elefantes são animais sociais e a Bica não tem estrutura para receber outro elefante que possa fazer companhia à nossa Lady”, disse.

Técnicos da Semam visitaram o Santuário de Elefantes. A bióloga especialista em comportamento animal, Carolina Cigerza e o médico veterinário Thiago Nery, chefe da Divisão de Zoológico do Parque Arruda Câmara, fizeram uma visita técnica ao Santuário e constataram que o local tem todas as condições para que Lady possa ter mais qualidade de vida.

A Prefeitura de João Pessoa investiu R$ 180 mil na construção do recinto onde o Lady se encontra hoje, um espaço que supera as exigências especificadas pelo Ibama. O lugar tem cerca de 1.900 m², com área para banho, sombra, descanso, além de um fosso de concreto que circula 50% da área, com a função de oferecer segurança para Lady e para a população. O animal recebe o acompanhamento de uma equipe composta por veterinário, biólogo e zootecnista, que supervisiona alimentação balanceada oferecida ao longo de todo o período.

O secretário de Meio Ambiente lembrou ainda que “o nosso objetivo sempre foi o de garantir uma melhor qualidade de vida para Lady. A decisão da transferência é resultado de um trabalho técnico rigoroso, envolvendo as equipes de veterinária e de zoologia, que viajaram para Brasília e para o Mato Grosso, com foco no melhor manejo para elefantes em cativeiro. Conferimos de perto o trabalho desenvolvido no Santuário, que está situado em uma área de cerrado superior a mil hectares, com uma variedade de relevo que favorece exercício adequado e, principalmente, a relação social entre os animais”, apontou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.