Ministério da Cidadania elogia Política de Segurança Alimentar na Paraíba

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano recebeu, entre os dias 22 e 24 de outubro, a visita do Ministério da Cidadania, para avaliar a execução do Projeto Gestão e Consolidação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – Sisan na Paraíba. O projeto, que está no seu segundo ano de execução, tem fortalecido a política de Segurança Alimentar e Nutricional no Estado, segundo a avaliação técnica do Ministério.

Além da avaliação, a visita também teve o propósito de monitorar a aquisição de equipamentos e orientar o setor financeiro da Secretaria para realizar a prestação de contas e licitação nas próximas etapas de execução do projeto.  A técnica do Ministério da Cidadania, Cíntia Castro de Paula, aproveitou a oportunidade para dialogar com a secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Gilvaneide Nunes,  com a diretora de Assistência Social e Segurança Alimentar e Nutricional, Luciana Leal, com a secretária executiva da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan), Andressa Ribeiro da Silva, e com a presidenta do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea PB), Mãe Renilda de Albuquerque , para verificar como está o entrosamento entre o governo e a sociedade civil no que tange à referida política.

Na sua avaliação, o projeto tem cumprido o objetivo e realizado o papel de promover o engajamento dos diversos setores da sociedade: “Passei três dias aqui para fazer o acompanhamento, monitoramento e avaliar como o projeto tem sido executado. Saio daqui muito satisfeita, pois percebo que a política de Segurança Alimentar, por meio do projeto, tem sido fortalecida no estado garantindo a participação dos gestores municipais e, em especial, da sociedade civil. Esse resultado está apresentado não só nos números de adesões, mas também na mobilização, oficinas e capacitações desenvolvidas”, elogiou Cíntia Castro de Paula.

Desde que foi iniciado, em outubro de 2017, o projeto tem estimulado de forma crescente e qualitativa o número de adesões ao Sisan por parte dos municípios, o que é fundamental para o fortalecimento da política de Segurança Alimentar no estado. Em números, o percentual de crescimento é de 340%, com 17 adesões concluídas. Além disso, 112 municípios encontram-se mobilizados pelo projeto e em processo de adesão.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.