Na Capital, agentes de mobilidade urbana atuam em cerca de 1.500 ocorrências no terceiro trimestre do ano

O serviço dos agentes de mobilidade urbana é essencial para o bom andamento do tráfego e segurança do trânsito. Eles monitoram e dão apoio a eventos e obras, realizam bloqueios orientando desvios e interferem em casos de acidentes para evitar transtornos. Só no terceiro trimestre deste ano foram 1.504 ações, de acordo com dados da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP).

Analisando cada caso, foram 521 ações de monitoramento e 144 de apoio efetivo dos agentes da Divisão de Mobilidade Urbana (DMob) a eventos e obras em vias públicas. Os casos de obras também demandaram 311 interdições de vias.  “O agente se faz presente para minimizar o transtorno causado pelos serviços ou eventos. No bloqueio de uma via, a Semob atua para garantir a melhor sinalização e orientação, facilitando o fluxo”, explicou o diretor de Operações, Cristiano Nóbrega.

De julho a setembro ainda foram realizadas 334 autorizações para estacionamento em locais específicos, 51 remoções de veículos estacionados em locas irregulares e 173 atendimentos a casos de acidente.

“O acidente causa um bloqueio momentâneo da via e chama a atenção dos demais condutores. Isso traz lentidão ao tráfego e o risco de novos incidentes. O agente se preocupa em estabelecer o máximo possível de fluidez e garantir a segurança no entorno”, explicou o chefe da Divisão de Mobilidade, Sanderson Cesário.

Contato – A presença imediata de agentes de mobilidade para atendimentos emergenciais pode ser feita por meio dos telefones 3218-9420 e 98760-2134. O Centro Operacional de Transporte e Trânsito registrará a chamada e deslocará uma equipe para o local de acordo com a disponibilidade.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.