Em defesa da educação, Veneziano critica medidas do Governo Federal que podem prejudicar os profissionais da área

Em pronunciamento no Plenário do Senado, o Senador Veneziano Vital do Rego (PSB-PB) criticou medidas adotadas pelo governo federal que afetam a Educação no Brasil. O parlamentar afirmou ser necessário refletir sobre o tema, pois as medidas podem prejudicar a Educação e os profissionais em sala de aula.

Ele citou como exemplo o bloqueio de verbas das universidades e institutos federais e o contingenciamento de valores destinados ao pagamento de bolsas-de-estudo. Segundo ele, ações vão na contramão do que é esperado de um país que quer se desenvolver. O Senador criticou também o programa ‘Future-se’, em estudo pelo governo federal, que acaba com a autonomia financeira das universidades públicas.

Veneziano lembrou também a Emenda Constitucional 95, de 2016, que limitou os gastos públicos, e disse que a situação pode ficar pior, caso saia do papel a ideia do ministro da Economia, Paulo Guedes, de acabar com a vinculação orçamentária, medida que estabelece percentuais mínimos de investimentos em alguns setores.

— Diante de tudo aquilo que estamos observando, daqui a alguns dias, daqui a alguns meses, os percentuais exigíveis para investimentos por municípios, por estados, pela União, serão esquecidos ou, pelo menos, não serão mais exigíveis. Imagine a que grau de preocupação isso deve nos tocar, isso deve nos levar ao debate — disse.

Professores – Veneziano também destacou a importância dos professores para o futuro do país e defendeu a valorização da categoria. Ele enalteceu a bela e sublime missão do professor e garantiu que, no Senado, continuará na irrestrita defesa de políticas que favoreçam os mestres do saber.

O Senador disse que as autoridades públicas precisam reconhecer e investir nos professores e professoras. Lamentavelmente, o Brasil, conforme lembrou Veneziano, vai na contramão da história e, atualmente, não presta o devido reconhecimento que os professores e professoras merecem.

Ele lembrou que nenhuma nação se faz forte, se não for através dos investimentos na Educação. Como Senador e titular da Comissão de Educação (CE) do Senado Federal, Veneziano reafirmou o seu compromisso de, insistentemente, defender os investimentos e as políticas indispensáveis para garantir dignidade e condições de trabalho a todos os professores.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.