Empresas de João Pessoa se unem em prol da Prevenção do Câncer em Pets

O mês de Outubro é marcado pela cor Rosa, ela invade as ruas em prol de campanhas de Prevenção ao Câncer de Mama. A doença, que acomete mulheres e homens, também atinge animais. E com o objetivo de fazer um alerta aos tutores de animais domésticos sobre a incidência de câncer não só de mama, mas também o de próstata, quatro empresas do segmento Pet de João Pessoa se uniram para promover uma campanha de conscientização com o tema “Outubro Rosa, Novembro Azul: Juntos na prevenção do câncer em Pets”. A campanha ganhou as principais ruas, praças e locais públicos da capital, nos dias 6 e 7 de outubro.

O Médico Veterinário da Clínica Jampa Vet, idealizadora da campanha, Dr. Luiz Trevisan, relatou que pensou na ação devido à grande incidência de casos que tem acompanhado e explicou alguns dos fatores que podem contribuir para o desenvolvimento da doença nos animais. “Cães e Gatos podem desenvolver a doença por vários motivos, como, por exemplo, o uso de anticoncepcionais, a idade, entre outros fatores. Os sintomas variam de acordo com o tipo/localização do tumor e o estágio da doença”, disse.

A sócia da Clínica Jampa Vet, Vanessa Trevisan, que também é jornalista e gerencia o Marketing Digital da empresa, explicou que a campanha também visa gerar a curiosidade nos tutores e pretende disseminar o assunto abordando vários temas relacionados e as formas de prevenção não só nas ruas, mas também nas plataformas digitais. “Parar e conversar com os tutores, disseminando informações, é algo super válido para promover saúde e qualidade de vida para eles que são parte da nossa família, por isso estaremos, durante todo o período da campanha, também alimentando nossas redes sociais com dicas de prevenção”, explicou.

A empresária da empresa Natural Pet, Stephanie Lisieux, que trabalha com a elaboração de dietas naturais para animais, parceira da ação, distribuiu petiscos saudáveis e alertou sobre a importância das dietas balanceadas na prevenção das doenças. “Buscar ingredientes de qualidade e com baixos níveis de corantes e conservantes diminui a incidência da doença”, destacou.

Outro parceiro da ação, o farmacêutico Álan Jobson, da farmácia de manipulação veterinária Roval Pet, destacou a importância da medicina preventiva. “O que queremos é que as pessoas parem e observem o seu animal, e vejam a importância da medicina preventiva como aliada do bem-estar e qualidade de vida”, ressaltou.

Um dos pontos que recebeu a visita das equipes foi o Parque Parahyba I, localizado no Bessa, o local é ponto de encontro para os Pets. Muitos tutores aproveitam o parque para fazer a caminhada diária com seu animal, e em meio a isso, Miguel Cavalcanti, do Parque Canino Dog Moke, falou sobre a importância dessa prática. “A realização de atividades físicas, diariamente, diminui os sintomas de estresse e o risco de desencadear o surgimento de tumores nos órgãos dos animais”, pontuou.

A campanha vai se estender até o final do mês de Novembro e as equipes farão novas visitas às ruas e praças da capital. Além disso, dicas de prevenção estão sendo disponibilizadas nas redes sociais das empresas, que podem ser acessadas nos perfis oficiais: @jampavet; @rovalpet; @dogmoke e @naturalpet_jp.

Medicina Preventiva

A Clínica Veterinária que idealizou a campanha trabalha com conceitos diferenciados aplicados à Saúde Animal, como a Medicina Preventiva, e traz algumas práticas que servem como Prevenção ao Câncer, como a Castração.

Dr. Luiz afirma que a Castração é uma grande aliada quando falamos em Prevenção ao Câncer. “Gatas e Cadelas castradas antes do primeiro ano de idade, têm chances reduzidas de desenvolver Câncer de Mama na fase adulta, se comparado às fêmeas não castradas. A possibilidade de desenvolver a doença é de 0,5% quando a Castração ocorre antes do primeiro cio. Além disso, a retirada do sistema reprodutor anula a chance de problemas em fêmeas que não possuem atividade reprodutiva. Para Gatos e Cães a Castração também apresenta benefícios, anulando o surgimento de alterações de Próstata, inclusive Câncer”, pontuou o veterinário.

Além da Castração, é importante que o tutor submeta o animal a realização de exames de rotina. Terezinha Costa, é tutora de 3 gatas e não sabia que elas também podiam sofrer com o Câncer, “essa é a primeira vez que escuto falar sobre o assunto, é muito bom receber em mãos dicas de prevenção, assim posso entender como posso cuidar melhor das minhas filhas de pelos”.

Atenção aos sintomas

Em meio a rotina e correria do dia-a-dia, os tutores podem esquecer de observar com mais atenção o corpo e comportamento do seu Pet, ignorando assim alguns sintomas. Mudanças de aspecto cutâneo; Nódulos; Mudanças de temperatura ou coloração; Aumento de volume, seja nas pernas, mamas, pescoço ou outro lugar requerem atenção.

Também é preciso ficar atento em relação a outros sinais “como Emagrecimento, dificuldade ao se Alimentar e/ou Beber, Cansaço em excesso, Sangramentos sem motivo aparente e problemas ao Urinar e Defecar. Ferimentos cutâneos ou de mucosas que não cicatrizam, mesmo diante de tratamento, ao perceber qualquer um desses sintomas, procure o Médico Veterinário”, ressalta Dr. Luiz.

O alerta vem também com relação a pesquisas e tratamentos realizados por conta própria, muitas vezes o tutor busca alternativas sem ter o diagnóstico e isso pode gerar danos ainda maiores ao animal, a orientação é que somente o Médico Veterinário é capaz de diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado para o seu Pet. Com o diagnóstico preciso e precoce há uma maior chance de sucesso nos tratamentos.

Ascom

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.