Ressocialização: quinze apenados da Cadeia Pública de Areia recebem tornozeleira eletrônica

A juíza Alessandra Varandas Paiva Madruga de Oliveira Lima, titular da Vara da Comarca de Areia, determinou a instalação de tornozeleira eletrônica em 15 apenados dos regimes semiaberto e aberto, que cumprem a pena na Cadeia Pública da cidade. O equipamento foi colocado durante audiência admonitória realizada nesta segunda-feira (7), no Fórum. Com a instalação, restaram 51 presos do regime fechado.
Conforme explicou a magistrada, a implantação das tornozeleiras eletrônicas na Cadeia Pública de Areia segue a tendência do que já vem sendo feito em outras comarcas do Estado. “A utilização desse equipamento é capaz de potencializar a reintegração social do apenado, afastando o preso das nefastas consequências do encarceramento”, destacou.
Alessandra Varandas explicou, ainda, que as tornozeleiras foram colocadas nos presos por servidoras da Unidade de Suporte do Centro de Operações Penitenciárias e que o monitoramento dos apenados é feito pela Gerência do Sistema Penitenciário da Paraíba (Gesipe).
Para um dos apenados, que recebeu o equipamento, a importância da utilização da tornozeleira eletrônica é por conta do retorno ao convívio familiar e a possibilidade de ressocialização.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.