Senador Veneziano cita conquistas que seu mandato proporcionou aos idosos e defende mais ações em favor da terceira idade

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) voltou a defender neste dia 1° de outubro, Dia do Idoso, quando o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003) completa 16 anos, mais políticas públicas do Governo Federal em favor da pessoa idosa. Ele lembra que, recentemente, o Senado avaliou projeto de sua autoria que cria o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS) e institui o Conselho Gestor do FNHIS, para tratar de habitação destinada a idosos.

 

Veneziano lembrou que o Senado deve votar nesta semana a PEC da reforma da Previdência (PEC 6/2019). Para ele, é uma proposta que vai alcançar a todos os 210 milhões de brasileiros de forma direta ou indireta. “A massa, a grande maioria da população brasileira, não sabe, até porque nós próprios, parlamentares, estamos a nos debruçar sobre essas propostas modificadoras nesse instante. A grande massa não tem a compreensão exata do que está por vir”, disse. Veja o depoimento:

 

https://www12.senado.leg.br/multimidia/evento/89754?h=16:19:39

 

Nacionalização do ‘Cidade Madura’

 

Ao parabenizar os idosos e idosas do País, Veneziano lembrou que o PL 863/2019, de sua autoria, reserva a idosos carentes 20% dos recursos do fundo para implementação de conjuntos habitacionais. O Senador destaca que, apesar do Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741, de 2003) procurar, em alguns pontos, contemplar a questão da moradia para os idosos, tais disposições, ainda que relevantes e bem-intencionadas, não tem sido suficientes para equacionar o problema do acesso à moradia para os idosos.

 

“Muitos, particularmente aqueles de baixa renda, não conseguem se qualificar para a contratação dos financiamentos e, dessa forma, não são atendidos. Diante da necessidade de atender esse segmento da população, que tende a se tornar mais significativo com o aumento da expectativa de vida no País, estamos oferecendo a presente iniciativa à apreciação da Casa”, disse Veneziano.

 

O parlamentar socialista revela que a ideia do projeto baseou-se na experiência, muito bem sucedida, do Governo do Estado da Paraíba, que por meio do programa Cidade Madura, realizado pela Companhia Estadual de Habitação Popular (CEHAP) e pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (SEDH), tem investido na construção de condomínios residenciais exclusivos para idosos.

 

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.