Após ser eleito vice-presidente do Conselho de Ética do Senado, Veneziano garante atuação com “prudência e equilíbrio”

Após ter sido eleito vice-presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal, com 10 votos, dos 12 Senadores presentes, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) fez um breve discurso, ao final da reunião que escolheu presidente e vice do colegiado, na Sala 02 da Ala Nilo Coelho, do Senado Federal. O parlamentar paraibano falou da responsabilidade da missão a ele confiada pela maioria dos Senadores presentes e destacou como pretende atuar.

Ele disse se sentir lisonjeado com a escolha para atuar em conjunto com o presidente do Conselho, Senador Jayme Campos (DEM-MT), escolhido por aclamação por ser o mais experiente do colegiado, ajudando-o na condição de vice-presidente. Veneziano elogiou suas qualidades e afirmou que a escolha por aclamação foi um reconhecimento à sua experiência. “Entre todos, me sinto extremamente lisonjeado por estar tendo, dado e delegado pelo colegiado, a oportunidade de ladeá-lo”.

Além da experiência, de acordo com o Senador paraibano, a escolha do presidente se deu “pelos seus valores, predicados e qualificativos”, e pelo “amadurecimento e experiência na Casa”. “A aclamação é exatamente o simbolismo, o registro e o recado do reconhecimento que este colegiado tem com a segurança de que estaremos muito bem conduzidos. Parabéns, presidente, que Deus possa nos permitir, acima de tudo, (atuar) com a prudência, com o amadurecimento e com equilíbrio necessários”.

Veneziano finalizou destacando a decisão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), de promover a instalação do Conselho. “Estou aqui para ser um colaborador. Aos demais outros Senadores, que me reservaram este voto de confiança, o nosso agradecimento. Ao presidente Davi Alcolumbre, que teve a sensatez, mesmo nesses primeiros meses, mais acalorados, de fazer a instalação devida do Conselho de Ética e Decoro, até porque, desejável e necessária, os nossos também referenciados cumprimentos”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.