PMJP lança edital com quase 2 mil novas vagas de inscrição no programa de microcrédito do Banco Cidadão

Os microempreendedores de João Pessoa interessados em participar do Crédito Cidadão do Programa Banco Cidadão, promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Trabalho, Produção e Renda (Setrab) contarão, a partir de agora, com um edital de inscrição, com todas as informações necessárias para acessar o microcrédito concedido pela gestão municipal, com o objetivo de apoiar os pequenos negócios. O primeiro edital já foi lançado no Semanário Oficial e estão sendo abertas 1.300 vagas para novas inscrições a partir da próxima segunda-feira (10), além de 650 inscrições para renovação do empréstimo. A atual gestão já se aproxima dos R$ 50 milhões investidos em microcrédito desde 2013.

De acordo com o secretário da Setrab, Sebastião Flávio, a participação no programa do Banco Cidadão acontecerá a partir de agora mediante inscrições via edital, com o objetivo de garantir mais transparência e legitimidade ao processo e dar condições de toda a população interessada participar, conforme já acontecia anteriormente, mas com inscrições de forma aleatória, de acordo com o interesse de cada microempreendedor.  “O Crédito Cidadão é uma política de inclusão social que a gestão do prefeito Luciano Cartaxo vem realizando desde 2013, estimulando o pequeno negócio com foco na população mais carente, para a geração de emprego e renda”, explicou.

As inscrições ao programa serão realizadas na sede da Setrab, na Rua Cardoso Vieira, nº 85, no Varadouro, das 8h30 às 14h30, devendo ser efetivadas presencialmente. Serão disponibilizadas 50 fichas de inscrição por dia e o período de inscrição se encerra com o preenchimento de todas as vagas. As inscrições são gratuitas e os interessados, empreendedores formais ou informais, devem apresentar documento de identificação com foto, inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência no município de João Pessoa e certidão negativa de cadastro nos órgãos de proteção ao crédito.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.