Final de Campeonato de Vôlei Sentado acontece em João Pessoa e abre as portas para inclusão social

Uma partida cheia de emoção e com um placar apertado, assim foi a final do Campeonato Brasileiro de Voleibol Sentado – Série Prata que aconteceu neste domingo (2), no Ginásio Hermes Taurino, entre as equipes Associação Pernambucana de Futebol para Amputados (APFA) e Tuna Luso Brasileira, de Belém (Pará).

Tendo como principal objetivo incentivar que mais pessoas com deficiência utilizem o esporte como ferramenta de inclusão social, o secretário de Desenvolvimento Social, Diego Tavares destacou a importância de trazer um evento de nível nacional para João Pessoa.

“Além de ajudar na divulgação da cidade, o mais importante, dentro das prioridades do prefeito Luciano Cartaxo, são as políticas públicas para deficientes e o Campeonato de Vôlei Sentado é uma delas, estimulando os atletas a seguirem no esporte como também os que são atendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social a terem contato e quem sabe iniciarem uma atividade esportiva que poderá trazer frutos importantes para suas vidas, utilizando o esporte como ferramenta da inclusão social para eles”, reforçou.

Emano Santos, secretário de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer), enfatizou o quanto o esporte vem crescendo no cenário nacional e mundial. “Para nós é um momento de satisfação em poder ajudar na realização de um evento desse nível, para uma modalidade que vem crescendo, quando a seleção brasileira teve um resultado muito positivo nas últimas paraolimpíadas conquistando a medalha de bronze, sem falar na inclusão social relacionada a esse esporte que vem ganhando força”, completou

O presidente da Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes, Ângelo Alves, destacou o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa para que o evento fosse realizado e adiantou que pretende trazer outras etapas do campeonato à cidade.

“O evento ficou maravilhoso, superou nossas expectativas. A receptividade dos órgãos públicos, principalmente o municipal, e do povo de João Pessoa foi fantástica. Vejo aqui na final um público maior do que às vezes vejo em cidades com maior número de times deste tipo. Isso é muito gratificante, ver pessoas deficientes que vieram assistir, por que é esse o nosso objetivo, é fomentar o voleibol sentado”, completou.

Cheio de ralis e muita competitividade, a partida foi assistida por uma plateia interessada no esporte, já que para muitos era a primeira vez que tiveram contato com a modalidade, mas sem faltar torcida ou encanto. Selimarcos Batista, que veio assistir a partida, não conseguia tirar os olhos da bola. “Estou gostando muito do jogo, bastante divertido e pra quem tem deficiência é um esporte que a pessoa consegue ter um bom aproveitamento pra sua vida”.

Campeãs – Por três sets a dois, a equipe paraense Tuna Luso Brasileira se sagrou campeã da Série Prata do campeonato, garantindo o acesso à Série Ouro da competição que acontece ano que vem. Bastante emocionado, o técnico da equipe, Valdir Aguiar, chamou atenção para o esforço de cada atleta para que a equipe criada este ano, que participou de sua primeira competição, conseguisse o resultado positivo.

“É maravilhoso fazer essa competição aqui em João Pessoa, principalmente pelo apoio que o prefeito deu pra nós, a todos estes atletas que hoje estão aqui e pra todas as comitivas que vieram pra cá. É muito bom receber esse apoio porque é um estímulo para o atleta, que muitas vezes não tem como se manter em suas necessidades mais básicas e nós como técnicos, a gente vai atrás, corre pra que eles venham. Essa vitória eu não dedico só à equipe da Tuna Luso Brasileira, eu dedico pra todos os que vieram participar aqui desse esporte maravilhoso que é o voleibol sentado”, finalizou.

Em segundo lugar ficou a equipe da Associação Pernambucana de Futebol para Amputados (APFA) e em terceiro a Associação Santarena de Desporto Paralímpico (ASDEPA), de Santarém, no Pará.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.