Deputados destacam transparência e caráter democrático da Assembleia em dialogar com a população no ODE

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, e os deputados estaduais Taciano Diniz, Hervázio Bezerra, Chió, Tião Gomes, João Gonçalves, Lindolfo Pires e Wilson Filho destacaram, ao longo deste mês, o caráter democrático da ALPB em participar das plenárias do Orçamento Democrático Estadual (ODE), do Governo do Estado, aproximando a Casa de Epitácio Pessoa das demandas da população.

Para Adriano Galdino, a interação com a população é o objetivo e o dever do Poder Legislativo. “É uma ferramenta importantíssima, onde o povo tem a oportunidade de dialogar. A população faz críticas, elogios, dá sugestões e torna o contato muito proveitoso. A Assembleia está ouvindo e aprendendo com o povo, para que possamos cada vez mais construir uma Paraíba melhor e mais justa para todos”, declarou o presidente, durante a plenária do ODE em Solânea, no Brejo paraibano.

Em Princesa Isabel, o deputado Hervázio Bezerra destacou a iniciativa da Assembleia em dar oportunidade às pessoas para sugerir projetos de Lei, que beneficiem as comunidades em que moram. “É uma ideia fantástica, pois facilita mais ainda saber sobre as necessidades da população. Além disso, cria uma expectativa boa para o povo de Princesa Isabel e região”, disse Hervázio Bezerra.

O deputado Taciano Diniz, que participou da primeira plenária em Itaporanga, ressaltou a relevância do contato dos parlamentares com suas bases. “Esse momento é muito especial, inclusive por estar sendo iniciado em Itaporanga, na minha região Natal, o Vale do Piancó. Ao lado do governador, atendendo aos 18 municípios da região, ouvimos atentamente as reivindicações da nossa população, o que vai contribuir para que eu apresente meus requerimentos e projetos em favor do nosso povo”, disse.

O deputado Chió ressalta que a população quer participar ativamente e ser ouvida. “As pessoas vêm às plenárias, apresentam suas demandas, reivindicações e seus problemas. A Assembleia não pode se furtar disso. É a Casa do povo, onde são construídas as leis e a partir das falas vindas da população, o Parlamento pode captar o pensamento do povo e elaborar leis importantes”, argumentou o deputado, que esteve presente na plenária em Solânea, onde o programa também atendeu a população de sua cidade natal, Remígio.

O deputado Tião Gomes afirmou que o Parlamento é a ponte entre as reivindicações do povo e o Poder Executivo. “A Assembleia participa do Orçamento Democrático e cobra aquilo que é importante para a Paraíba, para os municípios. O Orçamento Democrático só vem a engrandecer também a Assembleia, que através da parceria com o governo, produz resultados. O deputado é um mensageiro do povo e através dessas audiências vamos saber o que pedir, direcionar emendas e melhorar os nossos discursos”, observou.

Ainda em Solânea, o deputado licenciado João Gonçalves disse ser relevante que a ALPB permaneça próximo à população, ouvindo o que os paraibanos têm a dizer, já que o Legislativo é o Poder que ajuda a compor o orçamento do Executivo. “Somos nós deputados que votamos o orçamento, é no Parlamento que se discute as propostas. Somos os representantes do povo, trabalhando com aquele que o povo escolheu para administrar, que é o governador João Azevêdo. É uma parceria importante e interessada em fazer o melhor para o povo da Paraíba”, declarou João.

No município de Sousa, onde tem atuação política, o deputado Lindolfo Pires afirmou que é fundamental que a ALPB esteja representada nas plenárias. “Aqui, os deputados estaduais têm oportunidade de escutar da própria sociedade, saber quais os problemas locais e onde são afligidos, para que possam levar esses temas para serem debatidos na Assembleia e, consequentemente, fazer requerimentos, solicitar ao governador e as secretarias estaduais a solução e encaminhamento dessas reivindicações”, pontuou.

Já o deputado Wilson Filho reiterou, na última plenária em Cajazeiras, a importância do programa para ouvir as reivindicações das comunidades nos municípios. “As audiências do ODE têm sido assim, com ambientes lotados, onde todo mundo vem voluntariamente para opinar e votar naquilo que é mais importante para a sua região. Ninguém melhor do que os moradores da própria cidade para defender aquilo que é necessário para o local onde moram. Parabéns ao Governo do Estado e a Assembleia por oficialmente ser parceira desse evento”, concluiu.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.