“O feminicídio tem deixado marcas dolorosas na sociedade”, afirma vereador

O vereador Tibério Limeira (PSB) lamentou dados de feminicídio deste mês de abril na Paraíba durante pronunciamentos na sessão ordinária desta terça-feira (23), na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). Ele ressaltou formas de como o homem pode contribuir para combater o feminicídio, a exemplo da educação dos filhos.

 

Tibério Limeira citou dados divulgados pelo jornal Correio da Paraíba nos quais, apenas no mês de abril, seis mulheres foram assassinadas; quatro delas durante a semana santa e os suspeitos são os companheiros das vítimas. E somadas a mais 11 somente este ano.

 

“O feminicídio é algo que está a nossa volta, que tem deixado marcas profundas, negativas e dolorosas na sociedade. E em todos esses crimes, os suspeitos são os companheiros ou ex-companheiros das vítimas assassinadas. Não dá para admitir pensar em pegar em uma arma só por que sua companheira terminou o relacionamento com você. Pense se fosse sua filha. Pense como a sociedade fica manchada e doente numa situação como essa”, afirmou.

 

O vereador ressaltou a importância do respeito às escolhas das mulheres. “As mulheres não são respeitadas e suas vidas são retiradas por motivos tão corriqueiros. As escolas das mulheres têm sido agredidas e fedidas de morte, estão aí os casos de assassinatos para ver. Temos que respeitar as escolas delas”, declarou Tibério Limeira.

 

“Não me coloco no papel de lutar por elas, as mulheres têm seu protagonismo e já lutam por elas mesmas. A vida e o movimento a elas pertence. Mas é necessário que a gente crie uma consciência masculina, crie o movimento homens pelo fim da violência contra a mulher e pelo fim do feminicídio. Promover um debate franco com os homens da nossa sociedade para dizer que o mundo está aí para a gente respeitar as escolhas e a diversidade que nele existe”, enfatizou.

 

Para o parlamentar, os homens podem combater o feminicídio dentro das próprias casas. “Precisamos ensinar nossos filhos a liberdade que existe no mundo. O grande homem é aquele que respeita a mulher, e vice-versa. Temos que trabalhar para que a sociedade esteja mais consciente e nós, como homens, trazer o exemplo para dentro de casa. Os filhos homens precisam desse exemplo”, declarou o vereador, sugerindo a criação de uma frente parlamentar ou grupo de trabalho para discutir como os homens podem contribuir com a diminuição da violência contra a mulher e feminicídio.

As vereadoras Sandra Marrocos (PSB), Eliza Virgínia e Helena Holanda (ambas PP) e o vereador Carlão (DC) se acostaram ao pronunciamento de Tibério Limeira. “Fico muito feliz em perceber um fala masculina na tribuna contra o feminicídio, que tem preocupado todos e todas nós. Poderíamos otimizar o grupo da universidade chamado ‘He for She’, que quer dizer ‘Eles por Elas’. Podemos nos integrar a eles e fazer uma audiência pública”, sugeriu Sandra Marrocos.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.