Adriano Galdino discute investimentos no futebol paraibano com presidente da FPF e clubes

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), se reuniu, na manhã desta quarta-feira (20), com representantes dos clubes de futebol paraibano e da presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho. O encontro aconteceu na sede do Poder Legislativo e teve como objetivo discutir melhorias para o esporte no Estado.

Adriano Galdino ressaltou a importância de trabalhar por benefícios para o futebol. “Foi um privilégio receber os representantes de todos os times da primeira divisão. Eles pedem ajuda da Casa para que possamos intermediar melhorias”, afirmou. Ele destacou, durante a visita, a Lei, de sua autoria, que prevê que o torcedor que quiser contribuir com o seu time do ‘coração’ autorize a cobrança de um determinado valor na sua conta de água da Cagepa. “Os clubes precisam traçar um plano para conseguir fazer com que o torcedor queira contribuir”, explicou Galdino.

Um dos benefícios da Lei é que o torcedor não vai precisar mais se preocupar em ter que sair de casa para ter que pagar um carnê, como é feito com os sócios dos clubes atualmente. “A Lei contribui para que os clubes tenham uma arrecadação fixa mensal, já que não tem como deixar de pagar a Cagepa”, declarou.

A reunião contou com a presença de representantes do Atlético de Cajazeiras, CSP, Botafogo, Sousa, Perilima, Campinense, Treze, Sport de Patos e Nacional. Na ocasião, eles também falaram sobre o Programa Gol de Placa, que consiste em o torcedor trocar notas fiscais por ingressos para jogos do Campeonato Paraibano de Futebol. “A visita foi gratificante, pois viemos pedir ao presidente para intermediar apoio para o futebol do nosso Estado”, disse a presidente da FPF, Michelle Ramalho.

O presidente do Campinense, Antonino Macedo, que também representou o time do Treze na reunião, afirmou a importância dos times se unirem em prol do desenvolvimento dos clubes. “O presidente foi muito gentil. Nós apelamos para que ele possa compartilhar dessa luta e ele não se negou. Ficamos muito agradecidos e esperamos também que ele possa interceder por nós junto ao governador João Azevedo”, disse.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.