PBGás decide não reajustar o gás veicular, mas apresenta nova tabela; veja

Em audiência pública realizada na manhã desta segunda-feira (28), no auditório do Espaço Cultural, a Companhia Paraibana de Gás (PBGás) propôs não repassar o reajuste da tarifa para o Gás Natural Veicular (GNV), com objetivo de garantir a competitividade do combustível no mercado que, com base no preço médio da Agência Nacional do Petróleo (ANP), está 27% mais competitivo que a gasolina e 25 % em relação ao etanol.

Na audiência, que contou com a participação da diretoria da PBGás, representantes da Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), do Procon-PB, e representantes dos segmentos residencial, industrial e automotivo, foram  apresentados os fundamentos da proposta de repasse do aumento no custo do gás de 1,81%, por parte da supridora Petrobras, às tarifas da companhia, a partir do mês de fevereiro.

O índice médio de reajuste do gás natural apresentado pela companhia foi de 1,63%, sendo de 1,47% para o segmento da indústria, 12,31% para o comercial, 13,11% para o residencial, 1,75% para geração distribuída e 1,68% para EBVA (Energéticos de Baixo Valor Agregado). As novas tarifas serão adotadas após a aprovação da ARPB e devem valer a partir de fevereiro.

De acordo com a diretora-presidente da PBGás, Tatiana Domiciano, a audiência foi positiva por mostrar de forma transparente com os segmentos envolvidos a composição da tarifa do gás natural, o esforço da companhia para não repassar o reajuste para o GNV e manter os demais segmentos competitivos.

 

Tatiana Domiciano explicou também que os segmentos comercial e residencial só terão um único reajuste no ano de 2019, garantindo uma maior estabilidade nos preços aplicados para mais de 17 mil clientes nos segmentos.  “A PBGás cumpre o seu papel de apresentar à sociedade e ao mercado as explicações para que a composição da tarifa seja melhor entendida”, observou.

Após a audiência, a companhia enviará a proposta tarifária para a ARPB, a quem cabe homologar a proposta e autorizar a aplicação da nova estrutura tarifária no Diário Oficial do Estado. A ata e a apresentação dos fundamentos da nova estrutura tarifária também estarão disponíveis no dia 29 de janeiro no site da PBGás.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.