Saldo negativo: segundo o Caged, PB perdeu mais de 2,6 mil vagas de emprego formal

O estado da Paraíba perdeu 2.616 postos de trabalho com carteira assinada no mês de dezembro de 2019, segundo dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (23).

Quatro setores se destacaram com redução de vagas: serviços (-859 postos), indústria da transformação (-631), construção civil (-560) e agropecuária (-380). Entre os subsetores, perderam mais postos de trabalho o ensino (-773) e a indústria de calçados (-359).

Apenas o setor de serviços industriais de utilidade pública contratou mais que demitiu, mas teve apenas 13 novas vagas celetistas.

Em relação aos municípios, Campina Grande foi o que teve o pior saldo, com menos 1.132 vagas de trabalho formal. Em seguida, João Pessoa, com -579.

Sousa (18), Patos (11), Sapé (6) e Solânea (6) foram os únicos municípios pesquisados que tiveram saldo de postos de trabalho positivo, mas não o suficiente para gerar novos empregos no âmbito estadual.

Saldo acumulado

Apesar do resultado negativo do mês de dezembro, o saldo acumulado do ano de 2018 foi positivo. Foram geradas 5.377 novas vagas de trabalho nos 12 meses.

O aumento foi impulsionado pelo setor de serviços, com 4.360 postos de emprego. O destaque foi para o subsetor de comércio e administração de imóveis, valores imobiliários e serviço técnico, com saldo de 1.959. G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.