Com 95% da obra concluída, Cartaxo confere andamento dos trabalhos do Residencial Saturnino de Brito

A obra dos apartamentos do Residencial Saturnino de Brito já esta 95% pronta e os detalhes de acabamento estão sendo executados também nas áreas externas para que o prefeito Luciano Cartaxo faça a entrega das chaves e dê um fim definitivo a mais uma área de risco da Capital. O residencial é um conjunto de 400 apartamentos onde irão morar mais de 1.600 pessoas reassentadas que antes viviam em casas no sopé da barreira, sujeitos a deslizamentos de terra e alagamentos. A obra se assemelha ao que já foi realizado no Timbó e no São José, onde os moradores ganharam vida nova com os apartamentos entregues pela atual gestão da Prefeitura Municipal de João Pessoa  (PMJP).

Na manhã desta segunda-feira (21), o prefeito Luciano Cartaxo, realizou uma visita técnica às obras do residencial para verificar o andamento dos trabalhos e conferir as próximas etapas antes da entrega à população. Para o prefeito, a obra é uma demonstração do compromisso que a atual gestão tem com a população da Capital, por trabalhar por quem mais precisa, devido ao importante valor social, e do enfrentamento aos desafios da cidade que até então não haviam sido encarados pelas gestões anteriores

“Esta é uma ação histórica da Prefeitura na comunidade Saturnino de Brito, assim como também para os moradores do Renascer. Eles aguardavam há décadas por uma intervenção como esta, primeiro na questão da habitação, já que vamos tirar as pessoas da área de risco para morar em um apartamento de extrema qualidade. Mas, além disso, estamos fazendo uma intervenção de infraestrutura no entorno para atender também às pessoas que moram na comunidade”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Enquanto aguardam a entrega das chaves do que serão seus novos lares, o medo dos deslizamentos já não é mais realidade para estas famílias que foram retiradas da PMJP do local e estão vivendo em segurança com o auxílio-moradia oferecido pelo governo municipal. A primeira mudança significativa para quem vive na comunidade foi a construção do muro de contenção. Com esta obra, as pessoas que moravam às margens ou sobre a antiga barreira e sofriam com inundações e riscos de soterramento, durante o período chuvoso, foram retiradas do local e cadastradas.

“Agradeço a Deus todos os dias por finalmente estar vendo esta obra ser realizada. Moro aqui há 51 anos e já vi muita coisa ruim, muita gente morrendo embaixo da barreira, lama passando por dentro de casa e pessoas pedindo abrigo em dias de chuva. Mas muita gente agora está feliz e contando os dias para morar no Residencial”, afirmou Suzelane Cristina dos Santos, moradora da comunidade.

O Residencial está distribuído em 25 blocos de quatro pavimentos. Neles, vão morar aproximadamente 1.600 pessoas, mas as obras beneficiam, indiretamente, mais de 3 mil pessoas, devido às obras de infraestrutura já realizadas ou em andamento. O investimento nas obras do Residencial é de R$ 26 milhões.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.