Inadimplência: 90% dos contribuintes de Santa Rita não pagam impostos municipais

 

A geração de recursos obtidos através de impostos está bem comprometida em municípios onde a população não tem a cultura de pagamento dos tributos. É o caso de Santa Rita, na região metropolitana da capital, em que 90% dos contribuintes são devedores de impostos como IPTU e TCR. Apesar de ser obrigatório e dos apelos e campanhas do poder público, apenas pequena parte da população regulariza o pagamento a cada ano.

No município, somente de IPTU a prefeitura estimava receber de seus devedores em 2017 cerca de R$ 4,5 milhões, mas arrecadou apenas R$ 400 mil. Para 2018, a expectativa era em torno de R$ 6 milhões, mas só alcançou até agora o número de R$ 800 mil. De TCR, são R$ 3 milhões em dívidas dos contribuintes relativas a este ano e somente R$ 300 mil foi efetuado em pagamento.

Para Santa Rita, isso representa cerca de R$ 12 milhões em impostos que deixaram de ser arrecadados nesses últimos dois anos. O montante é uma importante fonte de recursos que as prefeituras revertem em serviços públicos, como investimentos em calçamento, coleta de lixo, iluminação e ações de saúde e educação.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.