Após morte de Johni Rocha, segue “imbróglio” sobre à Presidência da Câmara de Sapé

A 1° vara mista da cidade de Sapé, que tem a frente o juíz Renan do Valle Melo Marques, deferiu um mandado de segurança para assegurar que o presidente interino da Câmara Municipal, vereador José Wilson Florêncio Cavalcante, possa conduzir de forma transparente o novo processo para a eleição do novo presidente da Casa.

Com isso, torna-se inválido a sessão ordinária que foi realizada no último dia 2, e que elegeu Luiz Ribeiro Limeira Neto (Luizinho) como presidente da Câmara Municipal de Sapé.

A determinação do magistrado, verifica que a vereadora Verônica Correia dos Anjos Silva (Vera do Peixe), que ocupa o cargo de primeira Secretária do parlamento local, não detinha poderes para convocar e presidir tal sessão.

O descumprimento dessas determinações devem serem feitas com urgência.

Confira abaixo na íntegra o mandado de segurança.

Decisão liminar

você pode gostar também Mais do autor