Lucélio e Micheline anunciam ProUni PB, que vai ofertar mais de mil bolsas de estudo no Ensino Superior

Após participar da sabatina da UEPB, onde garantiu o repasse do ducodécimo e o fortalecimento da instituição, Lucélio Cartaxo, candidato ao Governo do Estado, anunciou, na tarde desta quarta-feira (26), a criação do ProUni PB, que vai conceder mais de mil bolsas de estudos em instituições de ensino superior aos paraibanos e paraibanas do Litoral ao Sertão. O programa foi apresentado via live no Facebook, ao lado da candidata a vice-governadora, Micheline Rodrigues, e do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, que desde 2014 garante o benefício pelo Programa Municipal de Bolsa de Estudos (Probem).

“Inicialmente, ofereceremos mil bolsas de estudos nas universidades privadas de todas as regiões do Estado. Governo tem que ter decisão política e no nosso governo educação será prioridade. Nada melhor do que reconhecer a experiência positiva de Campina Grande, com o Probem, e levar esse programa para todo o Estado, que vai dar igualdade de oportunidade, ofertando o ensino superior de qualidade aos paraibanos e paraibanas dos 223 municípios. Não é financiamento, é concessão de bolsa de estudo integral”, disse Lucélio Cartaxo.

Micheline Rodrigues, candidata a vice-governadora, reforçou a importância do ProUni PB para o desenvolvimento do Estado. “Eu e Romero estamos ao lado de Lucélio por sua forma de enxergar a gestão pública. A maior herança que podemos deixar para a população é uma educação de qualidade e Lucélio tem defendido o mesmo. Campina Grande, com o Probem, deu mais oportunidades e esperança àqueles que não tinham condições de acesso ao ensino superior. Agora, com Lucélio, iremos levar esta experiência aos demais municípios paraibanos, dando condições de igualdade aos paraibanos e paraibanas de todas as regiões”, disse.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, disse que a proposta de Lucélio e Micheline, a exemplo do que acontece na Rainha da Borborema, vai fortalecer e qualificar a juventude paraibana. “O Probem foi um programa que criamos para dar condições de acesso ao ensino superior às pessoas que não têm condições. Lucélio e Micheline estão propondo levar esse programa para todo o Estado, com o nome ProUni PB, que vai levar essa experiência exitosa de Campina Grande para todos os municípios. Onde existir universidade pivada, do Litoral ao Sertão, o aluno de escola pública, municipal ou estadual, terá condições de acesso, a partir de uma seleção”, disse.

você pode gostar também Mais do autor