Ex-prefeito de Areia, Elson Cunha Lima anuncia apoio à candidatura de João

O candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevêdo, segue recebendo novas adesões ao seu projeto de seguir avançando com a Paraíba. O ex-prefeito de Areia, Elson Cunha Lima, anunciou, nesta segunda-feira (17), apoio à candidatura do socialista. O principal motivo, segundo o ex-gestor, é o reconhecimento dos avanços levados pela gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB) ao seu município e a certeza da manuntenção do projeto que tem mudado a vida dos paraibanos.

“O motivo principal é o grande arsenal de obras feitas pelo governador Ricardo Coutinho em Areia. Entre elas, posso citar a barragem Saulo Maia, que teve a conclusão feita por mim no meu segundo mandato como prefeito, e também as obras que estão em andamento – que devem ser finalizadas até o final deste ano -, como o abastecimento d’água de um dos maiores distritos de Areia, que é o Mata Limpa”, afirmou Elson Cunha Lima. “São por esses e outros motivos que a partir de agora venho a me integrar a essa equipe que quer ver João como próximo governador da Paraíba”, acrescentou.

O ex-prefeito de Areia ainda ressaltou que João é um técnico competente, que fez “brilhantes gestões” à frente das secretarias de Infraestrutura, tanto na Prefeitura de João Pessoa, quanto no Governo Estado. “João é um homem técnico e isso é essencial para o estado da Paraíba continuar avançando. Tenho certeza que todas as obras que foram iniciadas por Ricardo Coutinho terão continuidade durante a gestão dele. Além de disso, não tenho dúvidas de que João vai seguir avançando com este projeto que transformou a Paraíba”, finalizou Elson Cunha Lima.

Outras adesões

No início da tarde desta segunda, antes de receber a adesão do ex-prefeito de Areia, João recebeu o apoio do candidato a prefeito de Coxixola nas eleições de 2016, Valmi Oliveira, e de seu candidato a vice, Romário Araújo. No município que fica localizado no Cariri paraibano, a campanha do socialista também conta o empenho do prefeito Givaldo Limeira (DEM) e de todo seu grupo político.

você pode gostar também Mais do autor