Maranhão volta a dizer que adversários tentaram isolar o MDB da disputa em 2014 e 2018

Candidato a governador, Zé Maranhão revelou a um grupo de amigos, nesta quarta-feira, em Araruna, após a festa de Nossa Senhora dos Remédios, no povoado de Boa Vista, que os adversários tentaram, sem êxito, isolar o MDB dos processos eleitorais de 2014 e 2018. “Eles não conseguiram. Os companheiros Roberto e Raniery Paulino incentivaram a minha candidatura ao Senado em 2014 e ao Governo em 2018. “Os outros (filiados da cúpula do MDB) debandaram”, disse.

Segundo ele, o MDB não teve, em 2018, alternativa para fazer aliança, a não ser com o PR, comandado pelo destemido e corajoso deputado federal Wellington Roberto. “Em 2014, o PMDB não fez alianças e não tivemos outra alternativa senão lançar minha candidatura ao Senado. Eu estava me preparando para ser candidato a deputado federal e geraria um problema familiar, porque Benjamin também era candidato”, revelou Maranhão, acrescentando que foi convocado pelo partido para ser candidato a senador. “Não era uma tarefa fácil. Mas aceitei e fui eleito”, lembrou o senador emedebista, acrescentando que este ano “surgiu um problema semelhante” e ele não é de fugir dos desafios.

você pode gostar também Mais do autor