‘HackFest + Virada Legislava’ tem início nesta quinta-feira (16) com número de inscrições recorde

O ‘HackFest + Virada Legislativa – Por uma sociedade Politicamente Participativa’ terá início nesta quinta-feira (16), mas nem começou e já faz história: a estimativa de três mil inscrições, até o começo desta semana, já era superada em mais de 60% e contava com 5 mil participantes pré-inscritos (uma pessoa pode estar inscrita para mais de uma atividade) no evento de tecnologia que tem como foco combate a corrupção, cidadania e legislação, entre outros.

Essa procura surpreendeu a todos nós, e ficamos muito felizes em saber que o paraibano abraça esse evento, que é muito importante para a nossa sociedade, pois além de reunir nomes de grande expressão nacional, e até internacional, nas áreas de gestão pública, legislação, educação e transparência, agrega estudantes e empreendedores dispostos a encontrar, através da tecnologia, soluções para o dia-a-dia do cidadão”, comenta o vereador Marcos Vinícius, presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), uma das promotoras do evento.

O evento começa nesta quinta-feira, às 15h, com uma abertura solene e duas palestras, tudo isso no auditório da Estação Cabo Branco. A primeira palestra é a do presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e editor do ‘Estadão Dados’, jornalista Daniel Bramatti, seguido pela apresentação do ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner de Campos Rosário. Em seguida, os participantes irão se dirigir à Estação das Artes, onde acontecerá o “toró de ideias” entre os participantes da ‘Maratona Por Mudança”. Todo o evento, que vai até domingo, é gratuito.

Além de Daniel Bramatti e Wagner de Campos Rosário, entre os palestrantes estão Roberson Henrique Pozzobon e Julio Carlos Motta Noronha, procuradores da República integrantes da força-tarefa Lava Jato; Francisco Gil Castelo Branco Neto, fundador da Associação Contas Abertas; José Pacheco, professor fundador da Escola da Ponte e Carlos Sebastião Andriani, professor especialista em ética e gestão de pessoas.

As salas na Estação das Artes, onde irão acontecer palestras, paineis e oficinas a partir da sexta-feira (17) dispõem de 115 lugares e os candidatos, mesmo inscritos, devem chegar ao local do evento com antecedência mínima de 30 minutos. Algumas das atividades já contam com mais de 400 inscritos.

Por causa da grande procura, a coordenação do evento reforça a necessidade dos pré-inscritos chegarem com antecedência aos locais das atividades para garantir o acesso, que será até a lotação das salas. A pré-inscrição online foi feita para facilitar a entrada das pessoas, que não precisarão pegar as filas das inscrições presenciais, mas não garante vagas.

Toró de ideias”

O carro-chefe do ‘Hackfest + Virada Legislativa’ é a chamada ‘Maratona por Mudanças’, que acontece na “nave” da Estação das Artes e vai reunir cerca de 600 participantes, divididos em 26 grupos. Separados por duas “trilhas”, ‘tecnologica’ e ‘Leis’, esses maratonistas terão o fim de semana para desenvolverem soluções para desafios propostos pela organização.

Tudo começa no ‘Toró de ideias’”, explica Marcos Vinícius. “É um grande ‘brainstorm’, como se diz em publicidade, no qual os participantes definem temas e discutem ideias para serem trabalhadas até o fim do evento, quando as melhores iniciativas serão premiadas”, acrescenta o vereador, lembrando que, este ano, o ‘HackFest’ contará com a ‘Virada Legislativa’ (que irá seguir a trilha ‘leis’), a segunda promovida pela CMJP em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS-Rio). Juntos, vereadores, servidores e técnicos do ITS-Rio irão auxiliar os participantes a desenvolverem Projetos de Lei de iniciativa popular, que após receberem o aval legislativo dos vereadores, serão disponibilizados no aplicativo Mudamos para o aval público.

‘HackFest + Virada Legislava’ tem início nesta quinta-feira (16) com número de inscrições recordedestaque

Além de uma extensa área para a realização do HackFest, os participantes contarão com uma estrutura de lazer, apoio para a equipe organizadora e imprensa, e alimentação, com a instalação de um food truck, na área de estacionamento da Estação Cabo Branco.

O HackFest + Virada Legislativa

O HackFest é organizado pelo Núcleo de Gestão do Conhecimento e Segurança Institucional do Ministério Público da Paraíba (NGCSI/MPPB), Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas da União, Prefeitura de João Pessoa (PMJP), Laboratório Analytics da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O evento tem o patrocínio do Banco do Brasil, do Governo Federal e da Energisa.

O evento já conta com o apoio de mais de 30 instituições parceiras: Ministério da Justiça, Cade, Transparency International, Contas Abertas, TJPB, MPDFT, Cade, Atricon, MPF, Aspol, Adepdel, ANTC, AMPB, Funifier, ADPF, PM, IAI, AMPB, CGE, TCE, UFPB, Ministério Público Militar, Castanhola, Ajufe, Anid, Data Robot, Five ACTS, RFB, SindContas, Fab Work, Esat, Unipê, Conductor, Ibis e Hotel Manaíra, MPPB e SER.

você pode gostar também Mais do autor