PP tem contas reprovadas e verbas do fundo partidário suspensas por não comprovar origem de recursos

Recebimento de recursos de origem não identificada, realização de despesas com recursos do fundo sem a devida comprovação e pagamento de multas e juros e encargos com estes recursos. Essas foram algumas das irregularidades encontradas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) e culminaram na reprovação das contas do Partido Progressista (PP) e suspensão do repasse do fundo para o partido.

A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do TRE-PB nesta quarta-feira (25) e o PP ainda terá de devolver os valores do fundo e pagar o acréscimo de 2,5% do montante para programas de promoção da participação de mulheres na política.

Confira abaixo a publicação da decisão.

 

Fonte: ClickPB 

você pode gostar também Mais do autor