Professores da UEPB preparam paralisação para discutir campanha salarial

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba – UEPB preparam dia de paralisação para pressionar o Governo do Estado a abrir negociações sobre a pauta de reivindicações e continuarão discutindo a campanha salarial 2018. Na próxima quarta-feira (21/03), a Associação dos Docentes da UEPB – ADUEPB realizará uma assembleia geral, no Hall da Central de Aulas, no Campus de Campina Grande, para decidir quando ocorrerá a paralisação.

A decisão de intensificar a mobilização da categoria para a campanha salarial foi tomada hoje pela manhã, durante uma assembleia da ADUEPB, no campus de Campina Grande, onde a direção do Sindicato apresentou um relato das ações realizadas desde o início do ano para a abertura de negociações com o Governo do Estado.

O presidente da ADUEPB, Nelson Júnior, explicou que o Governo do Estado não respeitou as negociações realizadas no ano passado entre o Sindicato e a Reitoria para viabilizar o repasse do orçamento integral da universidade em 2017 e, para este ano, está reduzindo ainda mais os recursos para a instituição, o que tem impedido qualquer discussão sobre a reposição das perdas salariais dos professores, que já chegam a 26,42%.

Informes

Durante este ponto de pauta, a representante do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Estado da Paraíba – Sintep, a professora Soraia Cordeiro, informou do atual estágio da campanha salarial da categoria e das dificuldades de negociação com o Governo do Estado, sobre as principais reivindicações, que são a implantação do plano de cargos, carreira e salários e a manutenção da eleição pela comunidade dos diretores de escolas.

Também durante os informes, o vice-presidente do ANDES-SN, da Secretaria Regional Nordeste II, Josevaldo Cunha, repassou informações sobre a eleição para a diretoria nacional do Sindicato, que acontecerá nos dias 09 e 10 de maio, e sobre uma possível vinda à Paraíba do candidato a presidente pela chapa 01, ANDES – Autônomo e de Luta, Antonio Gonçalves.

A Assessoria Jurídica da ADUEPB também participou da assembleia e repassou informes sobre as ações do sindicato em andamento, além de um possível questionamento judicial sobre as limitações impostas pelo sistema informatizado de descontos do Governo do Estado – PBConsig , para os professores que tentam se filiar ao Sindicato.

Data Base

Na pauta de data-base entregue a Reitoria da UEPB e ao Governo do Estado também está inclusa, além da reposição salarial de 26,42%, a defesa inalienável da educação pública superior; Defesa da autonomia Administrativa e financeira da UEPB em conformidade com a lei 7.643 de 04 de agosto de 2004; Respeito ao orçamento da UEPB por parte do governo estadual e Investimento do governo Estadual na infraestrutura da UEPB.

você pode gostar também Mais do autor