PCdoB quer Cartaxo apoiando candidatura de João Azevedo

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), divulgou uma nota neste domingo (04), onde está defendendo uma recomposição de uma aliança entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e as forças de esquerdas na Paraíba que inclui o PSB. Na nota, o PCdoB espera haver um diálogo do gestor da capital com PSB para eleição Estadual deste ano. Também na nota, a legenda comunista faz críticas aos partidos PSDB e o MDB e os culpa pelo momento de crise em que o país enfrenta.

Confira a nota abaixo

 

Atento ao desenrolar da cena política, os comunistas paraibanos consideram de grande significado os recentes fatos envolvendo a sucessão estadual que podem conduzir a mudanças na correlação de forças entre os campos políticos em disputa.

O anúncio formal da desistência em concorrer às eleições majoritárias deste ano, pelo prefeito da capital, Luciano Cartaxo e as circunstâncias que motivaram sua decisão podem redesenhar esses campos, reduzindo a oposição aos partidos e políticos claramente identificados com o golpe.

O PCdoB que vem na linha de frente da resistência democrática, patriótica e dos direitos trabalhistas e sociais não fica indiferente a este cenário. Ao defender a necessidade da constituição de uma ampla frente para tirar o país da crise, recuperar a senda democrática e os direitos do povo, perdidos, entende que essa frente deve se refletir um cada unidade da federação, preferencialmente já para as eleições de outubro próximo. O objetivo é barra as políticas ultraliberais postas em prática pelo consórcio golpista, cujos partidos protagonistas, são exatamente o PSDB e o PMDB.

O prefeito Luciano Cartaxo, liderança política emergente, governa  capital onde está o maior colégio eleitoral da Paraíba, certamente não ficará alheio às eleições e poderá jogar importante papel, inclusive numa possível recomposição com as forças democráticas e populares. Luciano egresso de partidos de esquerda construiu sua história política neste campo.

O PCdoB entende que é hora de diálogo para conformar uma frente política para as eleições de outubro, reunindo as forças populares e democráticas comprometidas com o progresso da Paraíba e os direitos dos trabalhadores e do povo. O objetivo é barrar as forças conservadoras que dão suporte ao governo Temer aprovando a retirada das conquistas alcançadas por nosso povo no período de 2002 a 2015.

Assim, os comunistas paraibanos conclamam os partidos de esquerda e democráticos, personalidades, os movimentos sociais e todo o povo  e se colocam à disposição  para esse empreendimento em defesa da Paraíba e do Brasil.

você pode gostar também Mais do autor