Câmara rejeita segunda denúncia contra Temer; veja como votou os paraibanos

Câmara dos Deputados rejeitou nesta quarta-feira (25), por 251 votos a 233 (duas abstenções e 25 ausentes), enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR).

SIM – a favor da rejeição / NÃO – contra a rejeição

Todos os deputados que compõe a bancada paraibana compareceram à sessão.

Votaram contra o prosseguimento da denúncia: Aguinaldo Ribeiro (PP), André Amaral (PMDB), Benjamin Maranhão (SD), Efraim Filho (DEM), Hugo Motta (PMDB), Rômulo Gouveia (PSD) e Wilson Filho (PTB).

Votaram pelo prosseguimento da denúncia: Damião Feliciano (PDT), Luiz Couto (PT), Pedro Cunha Lima (PSDB),  Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e Wellington Roberto (PR).

Temer foi denunciado pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A denúncia rejeitada pela Câmara também inclui os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), acusados de organização criminosa.

Esta é a segunda vez que os deputados livram o presidente de ser processado. A primeira denúncia, por corrupção passiva, foi votada em agosto e rejeitada, por 263 votos a 227.

Com a decisão, os deputados livraram Temer de responder ao processo no Supremo Tribunal Federal (STF) durante o mandato. Caso fosse instalado, o processo provocaria o afastamento do presidente por até 180 dias.

Agora, Temer responderá na Justiça somente após a conclusão do mandato, em 31 de dezembro de 2018.

A sessão se arrastou por várias horas graças a uma estratégia da oposição de não registrar presença no plenário e retardar a votação ou, até mesmo, conseguir adiar a sessão.

Para garantir o resultado favorável, o governo atuou em várias frentes, como a liberação de emendas para a base aliada e a exoneração de ministros que detêm cargo de deputado para que pudessem votar também.

G1

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.